A força do dim-dim

agosto 06 08:14 2018 Imprimir Conteúdo

Contrariando as pesquisas, que mostram o exagerado desinteresse popular pelas eleições, milhares de sergipanos prestigiaram as convenções realizadas em Aracaju. Como explicar esse repentino interesse de parte do eleitorado pelos candidatos majoritários? Supondo-se que Sergipe não está fora da curva das pesquisas nacionais, conclui-se que a massa popular deslocada do interior para a capital se moveu à base de dinheiro. Em sendo verdadeira esta constatação, pode-se afirmar que vencerá as eleições quem possuir grandes currais eleitorais ou tiver dim-dim suficiente para convencer os eleitores desiludidos a saírem de casa para votar em quem pagar mais. Lastimável!

Pra todo gosto

O governo de Sergipe será disputado por nove candidatos: Belivaldo Chagas (PSD), Emerson Ferreira (Rede), Eduardo Amorim (PSC), Gilvani Alves (PSTU), João Tarantela (PSL), Márcio Souza (PSOL), Mendonça Prado (DEM), Milton Andrade (PMN) e Valadares Filho (PSB). Caso nenhum desses candidatos faça a sua cabeça, vote em branco, anule o voto ou simplesmente vá à praia no dia da eleição.

Escapou fedendo

Fala-se à boca miúda que por muito pouco o DEM não abortou a candidatura de Mendonça Prado ao governo estadual. Segundo um demista, a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) teria sido pressionada a pedir a intervenção no diretório estadual. O objetivo era levar a legenda para a coligação do candidato a governador Eduardo Amorim (PSDB) e, principalmente, impedir as críticas que Mendoncinha fará ao tucano durante a campanha. Pra sorte do demista, o plano foi abortado antes da convenção. Misericórdia!

Rasteira

O emedebista Benedito Figueiredo foi rifado da primeira suplência do candidato a senador Jackson Barreto (MDB). Na última hora, Bené perdeu a vaga para Sérgio Gama (MDB), que vem a ser filho de João Augusto Gama (MDB). O segundo suplente de JB é o ex-prefeito de Estância, Alexandre Filadelfo (MDB). Dizem as más línguas, que Benedito ficou uma arara com a rasteira que levou do aliado Gama. Crendeuspai!

PT contra PT

Embora Eliane Aquino, candidata a vice na chapa encabeçada por Belivaldo Chagas (PSD) seja do PT, parte dos petistas não votará no “Galeguinho”. Quem garante é Tadeu Brito, dirigente da tendência Articulação de Esquerda. O moço chama o candidato de “Belifake” e o alerta que a turma da AE vai trabalhar contra a reeleição dele. Homem, vôte!

Deu pra trás

O PCdoB retirou a candidatura de Manuela D’Ávila à Presidência da República para apoiar Lula da Silva (PT). A direção do “Pecebinho” informou que a decisão foi tomada em nome da unidade. Manu irá viajar o país junto com o candidato a vice do PT, Fernando Haddad, para fazer campanha em nome do “Barba”. Caso a Justiça negue o registro da candidatura de Lula, Manuela deverá ser candidata a vice na chapa encabeçada por Haddad. Duvida?

Vem aí o blábláblá

Os partidos políticos terão até o próximo dia 15 para registrar as chapas na Justiça Eleitoral. A partir do dia 16 deste mês, os candidatos, os partidos e as coligações poderão fazer comícios e usar equipamento de som fixo. Também podem usar alto-falantes em suas sedes e comitês. Pela legislação eleitoral, os carros de som e minitrios só serão permitidos em carreatas, caminhadas, passeatas, reuniões ou comícios.

Ministro sergipano

O procurador federal sergipano Ricardo Leite foi ministro do Trabalho por cinco dias. De 31 de julho ao último dia 4, ele substituiu o titular Eduardo Rocha Vargas, que viajou em missão oficial à Colônia. Filho do saudoso deputado estadual Fernando Leite, Ricardo atuou politicamente antes de se tornar procurador federal, tendo disputado, sem sucesso, a Prefeitura de Aracaju em 1996. Lembra-se?

Mudou de mãos?

Circula nas esquinas de Sergipe a informação de que os empresários e políticos José Arinaldo – pai e filho – compraram a rádio Jornal/AM. Os dois já estariam adotando providências para que a emissora migre rapidamente de AM para FM, a exemplo do que já ocorreu com a rádio Educadora de Frei Paulo, pertencente aos dois Arinaldos. Procurada para falar sobre a venda, a direção da Jornal ainda não se manifestou. Aguardemos, portanto!

Comigo não, violão

E quem está invocado com o PTC é o empresário Teixeira Caminhões. Ele jura não ter autorizado o partido incluir seu nome na relação dos candidatos estaduais. Por causa disso, o empresário vai pedir a desfiliação do PTC. O moço apoia o candidato a governador Valadares Filho (PSB) e a esposa dele, Cris Teixeira, é primeira suplente do senador Antônio Carlos Valadares, candidato à reeleição. Marminino!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Diário da Tarde, em 30 de setembro de 1933.

Resumo dos Jornais

  Editoria: