Fonoaudióloga alerta que fogos de artifício podem comprometer a audição de recém-nascidos

Fonoaudióloga alerta que fogos de artifício podem comprometer a audição de recém-nascidos
dezembro 26 11:18 2019 Imprimir Conteúdo

Fogos, apesar de promoverem um grande festival de luz e cores no céu, podem trazer momentos não muito agradáveis no Reveillon. Para as mães com bebês recém-nascidos é preciso redobrar a atenção porque o barulho pode prejudicar a audição dos seus bebês e trazer consequências pós festejos da virada do ano. Quem alerta é a fonoaudióloga da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL), Yannine Nery do Nascimento.

“Quanto mais novo o bebê mais incomodado fica com o intenso barulho dos fogos, já que o recém-nascido apresenta uma sensibilidade maior do que o adulto. É importante os pais criarem um ambiente ou espaço confortável para o bebê dormir e se alimentar sem grandes agitações. É bom manter as janelas e portas fechadas. Se o bebê estiver acordado durante os festejos é importante ficar sempre próximo protegendo as orelhinhas com fraldas dobradas”, orientou.

Yannine explica que o barulho dos fogos pode acarretar um trauma acústico e consequentemente ocasionar perda auditiva uni e bilateral temporária ou irreversível nos casos mais graves.- “É importante prestar bastante atenção no bebê e ficar atento a qualquer sinal de irritação e choro. A especialista aconselha a não levar bebês para locais onde há fogos de artifícios, porém, caso seja inevitável, evitar ao máximo a proximidade com este barulho, ou seja, deixar os bebês o mais afastados possível, ou ainda utilizar fone de ouvido estilo abafador de som. “O excesso de sons pode deixar o bebê inquieto e incomodado. Se o bebê estiver nervoso é importante buscar um local mais calmo” finaliza a fonoaudióloga.

Informações e foto SES

 

 

  Editoria: