FECS promove nesta quinta-feira a 4ª oficina viva as emoções sem drogas

outubro 09 13:29 2019 Imprimir Conteúdo

 

Nesta quinta-feira 10, a Federação Estadual das Entidades Comunitárias de Sergipe-FECS, realiza a partir das 15:00 no Teatro do Centro Cultural de Aracaju, a 4ª edição da Oficina Viva as Emoções Sem Drogas, com as palestras, Padre Henrique da Arquidiocese de Aracaju, abordando o tema: A importância dos valores familiares e a escolha dos planos para a vida; o Sargento Prado do Programa Educacional de Resistencia as Drogas e a violência – Proerd da Policia Militar; e o Vereador Jason Neto representando a Câmara de Vereadores de Aracaju, que discorrera sobre o tema : O papel do parlamento municipal na prevenção as drogas. A presidente da FECS Adriana Oliveira, disse que está oficina tem um objetivo conscientizar os jovens, adolescentes e lideranças comunitárias sobre a importância da prevenção as drogas, os seus efeitos físicos e psicos, e visa transmitir mensagens de valorização. A presença da referência familiar é fundamental na construção da cidadania, principalmente na fase da formação da personalidade.

O acompanhamento das atividades esportivas, escolares e sociais dos filhos, além de garantir segurança, contribui para a formação de um cidadão positivamente inserido na sociedade, capaz de ser agente da cidadania e multiplicador de valores morais socialmente aceitáveis.  As drogas é um verdadeiro pesadelo na vida de crianças e adolescentes, e seus familiares, a comercialização e consumo têm crescido prejudicando muito o convívio social e a saúde. Precisamos trabalhar incansavelmente este tema.

O caminho mais eficaz para combater o consumo das drogas e do álcool é a educação e a informação. Pessoas conscientes e sensibilizadas sobre os diversos males que essas substancias proporcionam rendem resultados mais satisfatórios. Um bom relacionamento familiar é a principal arma de combater às drogas e aos problemas emocionais que acometem os adolescentes e os jovens.

A presença da referência familiar é fundamental na construção da cidadania, principalmente na fase da formação da personalidade. O acompanhamento das atividades esportivas, escolares e sociais dos filhos, além de garantir segurança, contribui para a formação de um cidadão positivamente inserido na sociedade, capaz de ser agente da cidadania e multiplicador de valores morais socialmente aceitáveis.

Da assessoria

  Editoria: