Fábio Henrique dar rasteira em Belivaldo e se une a Valadares

julho 10 05:30 2018 Imprimir Conteúdo

Tido como um dos jovens políticos mais “sabidos’ de Sergipe, o presidente estadual do PDT, radialista Fábio Henrique, aplica um golpe certeiro no governador Belivaldo Chagas (PSD) e leva seu partido para os braços do senador Valadares (PSB). Uma tacada de mestre: com a mudança, o ex-prefeito de Socorro fortalece, e muito, seu projeto de chegar à Câmara dos Deputadose ainda facilita a reeleição da esposa, deputada Silvia Fontes.

Fábio entregou todos os cargos que tinha no governo, e não eram poucos, e deixou para fazer isso aos 45 minutos do segundo tempo, fugindo do dissabor de ver o governador exonerar seus apadrinhados, como fez com Heleno Silva, do PRB. Mas não vai fugir das fisgadas dos antigos aliados, que estão se sentindo como marido traído.  E não precisamos dizer que a relação dos tais cargos já começa a rolar nas redes sociais.

UMA TRAJETORIA E TANTO

Apesar de ser considerado um jovem na política, Fábio Henrique tem uma trajetória e tanto. Eleito vereador de Aracaju, logo se aliou ao ex-prefeito de Socorro, Zé Franco e ao senador Eduardo Amorim: não demorou muito para se tornar prefeito, sem muitas dificuldades, já que era tido como um aliado de primeira hora. Recebeu todo apoio na sua caminhada, mas também não demorou para mudar de lado.

Deixou Zé Franco e Eduardo e, com o rompimento desse com o então governador Marcelo Deda, não pensou duas vezes para se bandear para o poder. Em 2014, lançou a esposa candidata a deputada estadual, deixando de cumprir o acordo que tinha feito para apoiar Franco, o seu padrinho político, a quem devia sua eleição de prefeito. Continuou com Jackson, e desse recebeu de mão beijada a indicação do nome do irmão, Adilson, para disputar o cargo de vice-prefeito de São Cristóvão. Seguiu governista, apoiando Belivaldo Chagas, que lhe encheu de mimos, tornando-o secretário de Turismo e até aceitando a indicação dele para a presidência da DESO, além de dezenas de cargos comissionados para cabos eleitorais.

O TROCO

Alegando que está a caminho uma aliança entre PDT e PSB, a nível nacional, o esperto Fábio Henrique, que andou flertando com a candidatura de Eduardo Amorim, cuidou de fortalecer seus projetos pessoais e, apesar de não ter anunciado oficialmente, vai apoiar Valadares Filho (PSB).

O SABIDO SE ATRAPALHA

Durante uma entrevista no programa Espaço Livre, na rádio Princesa da Serra AM, o pré-candidato a deputado federal, Bosco Costa (PR), se saiu com essa: “todo sabido um dia se atrapalha”. Claro, se referia a Fábio Henrique, e a sua nova jogada de mestre. Bosco não perdoa o radialista, a quem acusa de tê-lo traído na eleição de 2014, quando lhe garantiu apoio para deputado federal e passou-lhe uma rasteira, decidindo apoiar Laércio Oliveira. Que coisa não…

JAIRO VOLTA PRA CASA

Não e de estranhar a decisão do deputado estadual Jairo de Glória (PRB), que deixa o governo para apoiar a candidatura do senador Eduardo Amorim (PSDB) ao Governo do Estado. Jairo já foi aliado de Eduardo e nunca escondeu sua admiração pelo comportamento dele em todos os cargos públicos que exerceu. Na verdade, essa decisão pode ser considerada uma volta pra casa.

DANIELA NÃO VAI

José Carlos Machado (PPS), está insistindo para que a ex-vereadora Daniela Fortes seja candidata a deputada federal. Daniela, atendendo pedido da mãe, decidiu retirar sua pré-candidatura e apoiar o Pastor Antônio dos Santos”. Machado não gostou nem um pouco desta decisão, por achar que vai dificultar sua eleição. Mas Daniela já bateu o pé e disse que não existe a menor chance de voltar atrás, até porque atende um pedido familiar. Isso sem contar com a parceria que seu pai, Daniel Fortes (PPS), fez com Antônio dos Santos. Daniela teve quase 30 mil votos na eleição de 2014.

PIZZA NA CÂMARA

A coluna nunca teve dúvida: a CPI do Lixo já nasceu morta. A bancada governista nunca concordou com a investigação, por entender que o Ministério Público e a Polícia já estão investigando os mesmos contratos entre a Prefeitura de Aracaju e a empresa Torre. O presidente, vereador Nitinho, também nunca negou ser contrário a essa CPI, o que ficou comprovado com a indicação dos membros, deixando apenas uma vaga para a oposição. Por que esse medo hein?

ALESSANDRO CRESCE

O delegado Alessandro Vieira (Rede) está animado com os resultados das últimas pesquisas. Saiu de 2 para quase 10 por cento e encostou de vez nos “grandes”. Alessandro acredita que essa eleição será atípica, uma vez que “o povo está cansado de votar e ser traído pelos mesmos políticos.

PATRIOTA

Mais uma vitória do principal grupo de oposição. O senador Eduardo (PSDB), confirmou a chegada do Patriota, que se soma a vários outros partidos que apoiam sua pré-candidatura a governador.  O diálogo foi iniciado a alguns dias atrás e somente neste final de semana que passou, o martelo foi batido.

EMILIA CORREIA

Com a chegada do Patriota ao grupo liderado pelo senador Eduardo Amorim, a vereadora Emília Correia, retira sua pré-candidatura ao senado. Ainda não foi decidido oficialmente, mas Emília recebeu o aval do grupo para disputar o mandato de deputada estadual ou mesmo de deputada federal. Ela é quem vai escolher. Se tiver juízo, e ela tem, tenta a AL.

PREFEITO DE AREIA BRANCA TEM MANDATO CASSADO

A Justiça Eleitoral cassou o mandato do prefeito de Areia Branca, Alan de Agripino e seu vice, acusados de abuso de poder  as eleições de 2016. A decisão também se estende a um ótimo do prefeito, flagrado comprando votos. O prefeito informou que vai recorrer .

PREFEITA DE RIACHÃO PERDE MANDATO

A prefeita de Riachão do Dantas, Gerana Costa e seu vice Luc8ano Goes também tiveram seus mandatos cassados e ficaram inelegíveis por oito anos. Gerana é acusada de desobedecer a Justiça Eleitoral e publicar o resultado de uma pesquisa, dias antes da eleição. Ela continua no cargo e vai recorrer

  Editoria: