Expedido mandado de prisão, Sukita caminha de Capela a Aracaju para se entregar

Expedido mandado de prisão, Sukita caminha de Capela a Aracaju para se entregar
setembro 14 09:57 2018 Imprimir Conteúdo

O ex-prefeito de Capela, Manoel Messias Sukita Santos (PTC), teve confirmado nesta quinta-feira (13) pelo Tribunal Regional Eleitoral em Sergipe sua condenação a 13 anos e nove meses de prisão por corrupção eleitoral, desvio de verbas públicas e autorização de despesas não previstas em lei.

Na manhã desta sexta-feira (14) a justiça expediu o mandado de prisão, que foi confirmado pelo seu advogado, Dr. Emanuel Cacho. O mandado foi expedido pela juíza Andréa Caldas de Souza Liza, juíza eleitoral da 5ª Zona de Capela. Em seu despacho, a juíza diz que “deverá a polícia federal tomar as cautelas para preservar a imagem do acusado, evitando qualquer exposição pública dele”.

Após tomar conhecimento da decisão e do mandado de prisão, Manoel Messias Sukita usou as redes sociais para desabafar, afirmando que a história se repete, a exemplo, segundo ele, do que ocorreu em 2014 quando foi eleito deputado estadual, sendo um dos mais votados, porém não pode assumir, também por condenação.

As informações são de que Manoel Messias Sukita irá se entregar à polícia, porém isso será feito de uma forma diferente. Sukita pretende caminhar de Capela até Aracaju. “Irei me entregar. vou caminhando para sentir o sol e o vento. Já passei 40 dias sem ver a luz do sol e não sei quando voltarei a ver”, afirmou e informou que tudo foi combinado com os advogados de defesa.

Ao tomar conhecimento do que disse o ex-prefeito de que viria à pé para se entregar, o advogado de defesa de Sukita, Emeuel Cacho negou que tenha combinado e afirmou que “não autorizei ele vir a pé. Isto é por conta e risco dele”, disse Cacho.

Munir Darrage

  Editoria: