“Estou tranquilo e respondo com trabalho”, diz Padre Inaldo sobre ação do MPE

“Estou tranquilo e respondo com trabalho”, diz Padre Inaldo sobre ação do MPE
dezembro 22 08:16 2020 Imprimir Conteúdo

O Ministério Público de Sergipe pediu à Justiça a cassação do registro da candidatura à reeleição do prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo (PP), e sua inelegibilidade por oito anos, isto por conta de irregularidades que teriam sido cometidas durante a campanha eleitoral deste ano. O MPE também pede a cassação da candidatura do vice-prefeito, Manoel do Prado Franco.

Em entrevista Exclusiva ao Jornal da Fan, na manhã desta terça-feira, 22, Padre Inaldo disse que não está preocupado com esta ação movida pelo MPE.

“Esta ação se refere ao caso da cadeira de rodas que eu doei a uma pessoa. Não houve compra de votos, eu apenas ajudei uma pessoa, coisa que eu sempre fiz a minha vida toda, com recursos do meu salário’, afirmou.

Sobre a possibilidade de uma nova eleição, Inaldo disse que este é um assunto levantado pela oposição que busca gerar instabilidade polícia no município.

“Esse pessoal não está conformado com a perda da eleição, mas graças a Deus a gente vive numa democracia e o povo de Nossa Senhora do Socorro reconheceu o trabalho que vem sendo desenvolvido”, avaliou.

Questionado sobre a próxima gestão, que se inicia no dia 1º de janeiro de 2021, Inaldo garantiu a continuidade das ações que já estão sendo desenvolvidas.

“O trabalho vai continuar e não será afetado pela oposição política”, finalizou.

  Editoria: