Estado de Sergipe recebe caminhonetes para combate às arboviroses

Estado de Sergipe recebe caminhonetes para combate às arboviroses
julho 19 17:00 2019 Imprimir Conteúdo

A finalidade é  potencializar as ações nos municípios, assim como também do Estado, para que os trabalhos das equipes sejam desenvolvidos em áreas de difícil acesso

Com o objetivo de intensificar as ações realizadas pela Vigilância em Saúde, na manhã desta sexta-feira, 19, a Superintendência do Ministério da Saúde em Sergipe, por meio do Governo Federal, realizou na sede da superintendência do Ministério da Saúde, a doação de 12 caminhonetes, 10 destinadas para os municípios: Capela, Macambira, Japoatã, Carmópolis, Feira Nova, Frei Paulo, Barra dos Coqueiros, Laranjeiras, Pedra Mole, Lagarto; e as outras duas foram doadas para o Estado. Um dos critérios elencados pelo Ministério da Saúde para o recebimento das caminhonetes foi a incidência das Arboviroses: Dengue, Chikungunya e Zika Vírus.

As caminhonetes têm a finalidade de fortalecer as ações de Vigilância em Saúde, com o objetivo de potencializar os trabalhos dos municípios, assim como também do Estado, para que os trabalhos das equipes sejam desenvolvidom em diversos povoados ou áreas de difícil acesso.Na ocasião o secretário de Estado da saúde, Valberto Oliveira, que representou o governador Belivaldo Chagas, parabenizou os municípios contemplados.

“Parabenizo a todos presentes e os municípios que hoje recebem as caminhonetes poderão auxiliar o município vizinho. Esse é um momento complicado, os nossos gestos solidários precisam estar aflorados, todos os municípios estão sendo afetados de alguma forma, uns com mais intensidade que outros. Quero parabenizar de uma forma geral a todos, pois esse é um momento que a gente está com mais um recurso para benefício da população, que todos aproveitem da melhor forma possível e transformem esse singelo grande objeto em ações que beneficiem a comunidade de vocês”, destaca Valberto Oliveira.

Os veículos estarão disponíveis para ampliação das atividades e facilidade na execução das ações, por esse motivo, alguns benefícios como: presteza nos trabalhos em campo, ampliação dos programas e deslocamento das equipes, serão proporcionados pelas 12 caminhonetes doadas. Segundo o superintendente do Ministério das Saúde em Sergipe, Dielson Tadeu, responsável por fazer o repasse dos veículos para os municípios e para o Estado, esse é um momento único e de grande satisfação, e não está interligado a fatores políticos, mas sim pensando no bem na população sergipana.

“Esse é um momento único, porque desde da gestão passada que era para ter sido entregue esses veículos, mas com a nova gestão fizeram um novo levantamento e contemplaram os 10 municípios e o Estado com a caminhonetes que beneficiarão a população. Não existe ligação política, mas sim critérios que foram seguidos. Agora cada município e o Estado potencializarão o seu papel, colocando os agentes em campo para contenção das doenças transmissíveis”, ressalta o superintendente.

O prefeito da Barra dos Coqueiros, munícipio contemplado com a caminhonete, relata que o município passa por dificuldades. “ O município da Barra dos Coqueiros está passando por dificuldades na área da saúde por conta das Arboviroses, o que prejudica a população, acredito que o auxílio da caminhonete para a Vigilância em Saúde do município irá aprimorar as ações realizadas para atender melhor a população. Agradeço ao Estado, ao Ministério da Saúde, e a ao secretário Valberto Oliveira, pelo papel que vem desempenhando no estado para que os municípios tenham melhores qualidades de vida na saúde da população”, ressalta Airton Martins.

A diretora de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Mércia Feitosa, que também estava presente na ocasião, destaca a importância da doação das caminhonetes tanto para os municípios como para o estado, diante da situação vivenciada por todos.

“Esse é um momento oportuno, devido ao período que estamos vivendo, essa situação epidemiológica.  Essa doação é importante porque veículos sempre é um déficit nos municípios e também para o Estado. Agora, nós do Estado, por exemplo, teremos condição de fazer o monitoramento in loco dos municípios de forma mais precisa, pois estamos recebendo o auxílio de dois automóveis específicos para vigilância, todas elas, ambiental, sanitária, saúde do trabalhador.  Ações de vigilâncias epidemiológicas serão potencializadas, ampliamos o nosso apoio para os municípios nesse movimento também”, enfatiza a diretora.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: