Especialista explica os impactos da cultura do cancelamento

fevereiro 25 08:27 2021 Imprimir Conteúdo

Recentemente, está entre os assuntos mais debatidos entre os brasileiros, a chamada “cultura do cancelamento”, que tem acontecido com alguma frequência no meio artístico. É a ação coletiva de “cancelar” virtualmente alguém por uma postura considerada ruim pela maioria. Alguns casos ganharam notoriedade como a Anitta, Gabriella Pugliesi, Ellen DeGeneres e outras(os) famosas.

O BBB21, reality show de grande repercussão, vem protagonizando as discussões recentes sobre cancelamento, tudo isso devido a uma série de comportamentos da artista Karol Conká. O neuropsicólogo do Hapvida, Dr. Carol Costa explica como se dá esse fenômeno social.

“Esse movimento vem justamente quando as pessoas se opõe ao que elas veêm, quando as atitudes não condizem com a opinião da maioria, aí acontece um linchamento virtual. É interessante que no mundo virtual isso ganha proporção, ganha volume. É preciso de outras pessoas aderindo aquele pensamento, porque a intenção é justamente anular aquela pessoa. Acontece no mundo virtual e também no mundo real.”, coloca.

O especialista ressalta que o cancelamento reflete o contexto e o momento, ele vai mobilizar diferentes públicos a depender das pautas que são levantadas. Ele acrescenta que o julgamento coletivo feito pelo público, acompanha a história da humanidade em diferentes épocas, e estamos presenciando esse período que esse julgamento vai ocorrer de maneira virtual.

“ As consequências para os cancelados podem ser várias, e não apenas virtuais. Podem apresentar situações de depressão, de ansiedade e dependendo do caso ele pode realmente precisar de uma ajuda psicológica. Em alguns casos a pessoa pode até ter uma relação negativa com seu ambiente de trabalho, com determinado movimento em que o feriu, e normalmente essas coisas não tem volta, mesmo depois que se explique, a pessoa já sofreu as consequências. No caso de uma pessoa pública ela perde os patrocínios, fica com a imagem defasada, perde seguidores, então, consequentemente a pessoa sente os impactos psicológicos disso’, elucida.

Ascom Hapvida

Foto assessoria

  Editoria: