Emsurb trabalha preventivamente na limpeza de canais da capital

Emsurb trabalha preventivamente na limpeza de canais da capital
janeiro 14 07:30 2019 Imprimir Conteúdo

Nesta sexta-feira, 11, o canal localizado no conjunto JK, no bairro Jabotiana, recebeu a limpeza mecanizada. Esse canal estava assoreado e com grande acúmulo de resíduos. Já nos canais dos bairros Farolândia, Novo Paraíso, Capucho e no loteamento Porto Rico, no bairro 18 do Forte, as equipes de limpeza manual estiveram empenhadas com os serviços de capinação e retirada da vegetação que margeia o local, bem como o recolhimento de materiais como garrafas pet e pneus, descartados de forma incorreta.

A ação tem o objetivo de evitar que a população tenha transtornos com a proximidade do período em que a capital recebe a incidência de chuvas fortes, típicas do verão. Por isso,  a Prefeitura de Aracaju, através da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), tem trabalhado, preventivamente, na limpeza e monitoramento dos canais que cortam a cidade.

O serviço de limpeza de canais, que acontece a cada três meses, podendo ter intervenção antes desse prazo, permite que o escoamento das águas pluviais seja mais eficiente, evitando situações de alagamentos e assegurando aos cidadãos cada vez mais qualidade de vida. Diariamente, a atividade é executada pelas equipes da Diretoria de Operações (Dirop), que se mobilizam simultaneamente em diferentes bairros, seguindo o cronograma elaborado para esta ação.

Para a dona de casa Amélia dos Santos, que acompanhou o trabalho da equipe nas proximidades de sua residência, no loteamento Porto Rico,  os cidadãos devem cooperar mais com a administração municipal. “Falta consciência dos moradores. Ao invés de esperarem a coleta, que passa três vezes por semana, preferem jogar o lixo dentro do canal”.

Eliane da Cruz, que também mora na região há cerca de 15 anos, aprovou o trabalho da equipe. “Esse serviço é essencial, pois evita que tenhamos problemas com alagamentos, principalmente no período das chuvas, além disso, a retirada do lixo afasta as muriçocas e outros insetos que podem transmitir doenças”, destacou ela.

Foto: Felipe Goettenauer

  Editoria: