Empresário comete suicídio durante evento com ministro em Aracaju, atirando na boca

Empresário comete suicídio durante evento com ministro em Aracaju, atirando na boca
julho 04 09:52 2019 Imprimir Conteúdo

O empresário Sadi Paulo Castiel Gitz cometeu suicidou na manhã desta quinta-feira (04), durante a abertura do Simpósio de Oportunidades do Gás Natural em Sergipe, que acontecia no Hotel Radisson.

No início da solenidade onde contava com a participação do ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque, no inicio da manhã desta quinta-feira (04), em um hotel na Orla de Atalaia, o empresário Sadi Gitz, proprietário da empresa Escurial, cometeu suicídio, desferindo um tiro na boca.

O empresário participava de um simpósio de oportunidades  e as informações são de que o empresário ouviu a fala do governador Belivaldo Chagas e sem seguida, se levantou-se e disse: “governador, você é um mentiroso” e em seguida disparou um tiro contra a boca.

Imediatamente o evento foi cancelado pelo próprio governador que emitiu uma nota onde diz que “o governo do estado de Sergipe lamenta o ocorrido com o empresário Sadi Gitz, da cerâmica Escurial, que cometeu suicídio durante o evento. Por conta do ocorrido, o Simpósio de Oportunidades para o novo cenário do gás natural em Sergipe está cancelado”.

O governador Belivaldo Chagas lamentou o episódio e prestou solidariedade à família. “Não esperávamos jamais que um evento dessa magnitude pudesse acontecer. Um evento voltado para o Brasil pela importância do tema, mas nesse momento o mais importante é prestar nossa solidariedade a família do Sadi. Ele era um empresário que prestou serviço a Sergipe e que estava passando por um momento de dificuldades com a sua empresa, exatamente o que estamos buscando hoje o barateamento do gás”, disse.

O Instituto Médio Legal (IML) foi chamado para recolher o corpo do empresário. A Polícia Militar está no local.

Mais informações em instantes

Munir Darrage

  Editoria: