Em duas semanas, DHPP prende 20 pessoas em Nossa Senhora do Socorro

Em duas semanas, DHPP prende 20 pessoas em Nossa Senhora do Socorro
agosto 02 14:22 2018 Imprimir Conteúdo

 

Os cumprimentos dos mandados tiverem início no dia 18 de julho

Nas duas últimas semanas as equipes da 4ª Divisão do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHHP) prenderam 20 pessoas pelo envolvimento ou autoria de homicídios em Nossa Senhora do Socorro. As prisões tiveram início no dia 18 de julho e mais quatro acusados foram detidos na manhã desta quinta-feira, 2.

“Em 90% dos casos, os suspeitos têm envolvimento com tráfico de drogas, briga de facções ou de territórios. Vale ressaltar que a maioria das vítimas tem no máximo 25 anos. Isso mostra que há um envolvimento com as drogas cada vez mais cedo na região”, afirmou a delegada Luciana Pereira.

No primeiro caso, a vítima identificada como Lucas Conceição Oliveira, de 20 anos, foi assassinada a golpes de faca em uma confusão iniciada durante uma festa na própria residência, no dia 26 de fevereiro deste ano. O crime foi praticado por Alexsandro França Correia e contou com a participação da namorada dele, Priscila Barbosa Noroes de Lima. Ambos foram presos e encaminhados ao DHPP

No segundo, a vítima Israel Hans Jorge de Freitas Estavo também foi atingida por golpes de faca, neste caso dentro de um ônibus do transporte coletivo no dia 3 de junho de 2018. Na ocasião, houve uma discussão dentro do veículo entre Israel e Maria Rosilene dos Santos, vulgo “Mainha”, que o atingiu com um tapa no rosto. Na sequência, o sobrinho dela, Hosnique Pereira dos Santos, acertou a vítima com uma faca. Por fim, Ruan Anderson de Jesus ainda desferiu um murro no tórax de Israel. Foram presos Maria Rosilene e Ruan Anderson, as buscas continuam para chegar até Hosnique.

Luciana Pereira enfatiza a importância do auxílio por meio de denúncias. “Pedimos à população que continue nos ajudando no Disque Denúncia, através do 181. O sigilo é garantido e a pessoa não será chamada como testemunha em nenhum momento das investigações”, ressaltou a delegada.

Fonte e foto SSP

  Editoria: