Em dois anos, Sergipe prende mais de 1,5 mil envolvidos com tráfico de drogas

setembro 12 09:40 2019 Imprimir Conteúdo

O combate ao tráfico de drogas impacta na redução de outros crimes

Mais um dado positivo foi divulgado pelo 13º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, publicado na última terça-feira, 10. Nos dois últimos anos, Sergipe contabilizou mais de 1,5 mil prisões por tráfico de drogas em todo o estado. Mas, indo além do número, o resultado expressa o trabalho constante no combate à criminalidade e preservação de vidas.

De acordo com o anuário, elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), no ano base para o levantamento, 2017, foram registradas 791 prisões pela prática de tráfico de drogas em Sergipe. No ano seguinte, esse número foi de 742 detenções decorrentes desse mesmo crime. Um total de 1.533 prisões.

O número se manteve estável, com pouca variação. Isso demonstra o empenho das instituições que formam a Secretaria da Segurança Pública (SSP) no combate à criminalidade. As polícias Civil e Militar vêm traçando estratégias e ações conjuntas para a constante redução da violência no estado.

“O tráfico de drogas é um crime que impacta em diversos outros. As disputas territoriais geram conflitos, que geram mortes. Pela droga, há roubos em residências, de veículos, de outras coisas. Se combatemos o tráfico, conseguimos diminuir os índices de outras ações criminosas”, contextualizou o secretário da Segurança Pública, João Eloy.

Nos últimos anos, as polícias investiram em unidades especializadas. A Polícia Civil investiu na área de inteligência e nos departamentos de Narcóticos (Denarc) e de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que passaram a compartilhar os inquéritos policiais com o intuito de dar maior celeridade a elucidação de crimes.

Já a Polícia Militar, investiu nos últimos anos no aprimoramento de unidades como o Grupamento Especial Tático de Motos (Getam) e criou Forças Táticas nos batalhões da capital e do interior, que ampliaram o número de abordagens e de rondas por todo o estado. O videomonitoramento do Ciosp também colaborou para a prisão de envolvidos nesses crimes.

Confira algumas das reduções de crimes em Sergipe, divulgadas pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública:

Sergipe é o estado que mais esclarece os tipos de mortes violentas

Homicídios dolosos em Sergipe caem 14%

Furtos de veículos caem 16% em Sergipe

SE foi o terceiro estado do Brasil que mais reduziu latrocínio

  Editoria: