Elber Batalha e Valadares Filho vão à PF e registram várias denúncias

Elber Batalha e Valadares Filho vão à PF e registram várias denúncias
setembro 20 13:32 2018 Imprimir Conteúdo

 

O vereador Elber Batalha (PSB) denunciou na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) que vídeos apócrifos e as chamadas ‘fakes news’ que estão sendo veiculados durante o período eleitoral por pessoas lotadas em cargos comissionados no Governo do Estado.

O parlamentar disse que foi acompanhado do deputado federal e candidato à governo de Sergipe, Valadares Filho (PSB), à sede da Polícia Federal (PF) para registrar varias denúncias. Elber explicou que estão fazendo acusações, inclusive, de crimes  sem provas contra a candidatura do PSB. “Nós levamos essa documentação ao Ministério Público Federal (MPF). Nós já temos a prova de quem está espalhando esses vídeos. É um assessor, um cargo comissionado lotado na Casa Civil do Governo do Estado. Temos nomes, endereços e laudos periciais provando de qual computador está saindo e de quem produziu essas informações”, explicou.

Elber disse que teve reunião com a superintendente da Polícia Federal em Sergipe, Érica Mialik Marena, e acredita que ainda essa semana a PF e o MPF entrarão em ação. “Esses distribuidores de crimes e de notícias falsas começarão a ser intimados pela PF para prestarem seus depoimentos. É necessário que a gente estabeleça a verdade. Que se ganhe ou se perca as eleições através de propostas e que se faça um debate civilizado. O chamado ‘marketing do mal’ entra na zona do desespero e começa a agir com as mesmas práticas de desmerecer a imagem dos concorrentes e criando factoides e confundindo a população. Foi assim há, 4, 2 anos e agora continuam com os mesmos ‘cozinheiros’. Mas, dessa vez, eles terão resistência firme e nós vamos azedar essa receita que tanto tem envenenado o povo de Sergipe e tem deixado uma ressaca maldita de 4 anos para quem se embebeda nesse tipo de insinuações”, protestou.

Pesquisas ‘Fakes’

O oposicionista ainda fez denúncias também em relação a falsas pesquisas divulgadas durante esse período eleitoral. “Me vem um instituto chamado Dataplan que, coincidentemente, pertence a Thiago Aquino, sobrinho de Eliane Aquino, candidata a vice-governadora. Ele é filiado ao PT e tem relações estreitas com o partido. Nessa famigerada pesquisa, tentando confundir o eleitorado, coloca-se um resultado esdrúxulo. As pesquisas têm que servir para ter um norte e para consumo interno. O que está acontecendo agora é a guerra famigerada de pesquisas contratadas principalmente pelos candidatos que estão atrás no pleito. Isso é crime eleitoral. Se continuarem assim perderão a eleição e ainda irão presos”, espera.

Licitação Fraudulenta no Governo

Elber também denunciou que o Governo de Sergipe fez o pagamento de uma fatura de uma empresa no valor de R$11 milhões. O problema, segundo Elber, foi que o Governo expediu uma portaria no mês de março suspendendo todos os pagamentos aos fornecedores. “Fiquei perplexo quando soube dessa informação. Por que o Governo não paga um fornecedor comum e paga essa fatura altíssima, em plena campanha eleitoral, a uma empresa só. Eu não sei qual foi o critério para pagamento de uma fatura recém-vencida?”, questionou.

Elber disse que na próxima sessão na Câmara de Vereadores irá trazer todos os documentos provando essa e outras situações. “Temos provas, inclusive, de uma licitação fraudulenta na parte aérea do estado que chegará em breve ao conhecimento de todos. Vamos denunciar os roubos e quem quiser ganhar no grito, vai ter que suportar o peso de ir pra cadeia. Nós vamos colocar às claras todas as falcatruas do ‘marketing do mal’. Nós vamos levar todos borderôs de pagamento do Governo do Estado dos últimos 20 dias e investigar essas empresas, através do Ministério Público Federal e Eleitoral, porque isso é desvio de dinheiro público e não vamos permitir mais uma vez que as falcatruas e os roubos enganem a população sergipana”, declarou.

Foto assessoria

Por Luciana Gonçalves

 

  Editoria: