Do pop ao samba, Réveillon de Aracaju mistura ritmos para receber 2020

Do pop ao samba, Réveillon de Aracaju mistura ritmos para receber 2020
dezembro 31 06:07 2019 Imprimir Conteúdo

 

O Réveillon é o momento em que a maioria das pessoas reserva as melhores expectativas para o próximo ciclo de 365 dias que está por vir. Por isso, nada melhor do que entusiasmo e alegria no dia da virada. É neste clima que o Réveillon de Aracaju 2020 está sendo preparado, baseado em mistura de ritmos musicais que vai do pop ao samba, reunindo artistas locais e nacionais, e show pirotécnico para saudar os tempos vindouros.

A Prefeitura de Aracaju, em parceria com Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp), preparou uma programação especial que terá início às 21h, tradicionalmente na Orla da Atalaia. Este é mais um compromisso da gestão que, pelo terceiro ano consecutivo, mantém as celebrações de réveillon no calendário festivo da capital sergipana.

“Trabalhamos a cada ano para que este ciclo de festas em Aracaju seja bastante atrativo. Temos criado elementos para colaborar com a melhoria do turismo na nossa cidade. Vamos robustecendo os eventos a cada ano. O Réveillon deste ano será ainda maior e melhor. Vai ser uma festa linda para comemorarmos o ano que se encerra e prepararmos nossos corações para o futuro”, afirma o prefeito Edvaldo Nogueira.

Para abrir os shows, uma das revelações do ano, a cantora sergipana Winnie Souza, destaque no programa The Voice Brasil, vai apresentar um repertório eclético, com interpretações de sucessos de Iza, Tiago Iorc, AnaVitória, Capital Inicial, Legião Urbana, Edson Gomes, entre outros grandes nomes da música.

“O show está bem pop e animado e quero que as pessoas se divirtam. Até um figurino especial está sendo preparado. É uma honra estar nesse palco porque sei que é um lugar onde muita gente gostaria de estar, então, faço isso com todo o respeito do mundo e tenho feito de tudo para organizar tudo com o maior amor”, garante Winnie.

Outro nome que se destacou em 2019 e tem raiz sergipana é o do cantor Kaelzinho Ferraz. Aos 15 anos, ele já mostrou que sabe o que faz e, durante todo o ano, veio numa crescente de número de fãs, shows e críticas positivas, e será a segunda atração do Réveillon de Aracaju 2020.

Para o show que antecede a virada do ano, Kaelzinho preferiu manter a surpresa. “Gosto de ousar, por isso mudei todo o meu repertório e, posso garantir, será uma boa surpresa. Esse é o meu grande show, o momento em que vou comemorar todas as coisas boas que aconteceram para mim em 2019. Espero que a minha alegria possa ser sentida por todas as pessoas que irão me assistir”, diz.

Às 00h, é a vez do show pirotécnico que terá duração de 12 minutos.  Logo em seguida, o palco e o ano 2020 abrirão espaço para o samba de Péricles, que trará, além dos seus grandes sucessos, as músicas do seu mais recente trabalho: “Mensageiro do Amor”.

“Tenho boas lembranças de Aracaju, recordações de um público que se emociona de verdade, que interage de maneira intensa, e é esse tipo de show que quero apresentar para começar o ano. Os aracajuanos são muito receptíveis e vou aproveitar essa receptividade para apresentar o que temos de melhor, eu e minha banda”, promete o sambista.

O primeiro evento de 2020 da capital sergipana será fechado com um show cheio de energia e vibração. De Pernambuco, a banda Patusco vem apresentar para os aracajuanos e turistas, no palco da festa, toda a efervescência do samba, dando uma nova roupagem a grandes sucessos de diversos estilos musicais diferentes.

“Já tocamos diversas vezes em Aracaju, inclusive, a última vez foi no Réveillon 2018. Nossa marca é, justamente, a força da batucada do samba, então, levaremos o melhor que temos para começar o ano com muita alegria. Estamos muito animados por fazer parte dessa festa e preparamos um show especial para os sergipanos”, confessa o vocalista da banda, Marquinhos De Pilares.

AAN

Foto divulgação

  Editoria: