Divisão do bolo

novembro 05 07:26 2018 Imprimir Conteúdo

Até o final do ano, o governador reeleito Belivaldo Chagas (PSD) deve se reunir com líderes dos partidos aliados para dividir o estado em fatias generosas. Ficarão com as partes mais saborosas os que melhor contribuíram com a folgada vitória do “Galeguinho”. Durante o encontro com os apoiadores, Belivaldo ouvirá o que cada um pretende, para só então dizer o que pode oferecer. Claro que o bolo colocado à mesa para divisão não será tão grande e saboroso como nas épocas das vacas gordas, porém deverá saciar a fome dos partidos, afinal é toda a estrutura administrativa do estado que será rateada entre os aliados políticos. Resta saber se todos os beneficiados com a divisão do poder estão mesmo preocupados com um futuro melhor para Sergipe ou se existe quem esteja pensando apenas em se locupletar, à maneira dos antigos piratas contemplados com a pilhagem dos navios saqueados em alto mar.

Lero-lero

A Petrobras vai lançar, até janeiro de 2019, um edital de arrendamento das fábricas de fertilizantes nitrogenados de Sergipe e da Bahia. Segundo o jornal Valor Econômico, o objetivo é evitar o fechamento definitivo das unidades, previsto para 31 de janeiro. A Petrobras informou que “há iniciativas de ordem tributária e logística em estudo. Verifica-se também a possibilidade de arrendamento das fábricas”. E segue a novela!

Teje preso

O ainda juiz Sérgio Moro vai transformar o Ministério da Justiça numa máquina de perseguição política. A sombria previsão é do senador eleito Rogério Carvalho (PT). O petista afirma ser preciso se preocupar com a integridade física dos que se opõem ao futuro governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL): “Serei um defensor vigoroso da liberdade do Judiciário, do Ministério Público e do Parlamento”, promete Rogério. Homem, vôte!

Volta pra casa

E o deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) já está em casa. Ele ficou alguns dias internado num hospital de Aracaju para cuidar de uma infecção urinária. Ao receber alta médica, o “Cancão” usou as redes sociais para “agradecer a Deus e às suas orações”. Gilmar deverá retornar hoje ao comando do programa Cidade Alerta, na TV Atalaia. Boa sorte!

Veneno à mesa

Cada um de nós consome cerca de 5,2 litros de veneno agrícola por ano, fato que torna o Brasil campeão mundial no uso de agrotóxicos. Uma das bandeiras dos ambientalistas é o fim da pulverização aérea. Segundo eles, uma pequena parte do veneno chega à planta, e a grande parte cai no solo, na água e nas comunidades que moram no entorno. Em Sergipe, este tipo de pulverização está aniquilando as abelhas. Crendeuspai!

De olho em Estância

Filho do deputado federal eleito Valdevan Noventa (PSC), o vereador de Taboão da Serra (SP), Johnatan Noventa (PTB), pode disputar a Prefeitura de Estância, em 2020. A informação é da jornalista Thaís Bezerra, com base em matéria do portal de notícias Taboão em Foco. Segundo a coleguinha do Jornal da Cidade, “a proposta ganhou força com a eleição de Valdevan para a Câmara Federal com 45.472 votos, dos quais 8.225 foram de eleitores estancianos”. O vereador nega o desejo de ser prefeito em Sergipe. Marminino

Chega de violência

Pesquisa revela que 55% dos jovens com idades entre 15 e 24 anos já praticaram algum tipo de violência contra as mulheres. Feita pelo Instituto Data Popular, a sondagem citou agressões como xingar, empurrar, ameaçar, dar tapa, impedir de sair de casa, proibir de sair à noite, não deixar usar determinada roupa, humilhar em público, dar um soco, obrigar a ter relação sexual sem vontade e ameaçar com arma. Entre as mulheres ouvidas pela pesquisa, 66% disseram já ter sido vítima de um desses tipos de agressões. Vixe Maria!

União pelo Nordeste

Candidato derrotado ao governo de Sergipe, o presidente estadual do DEM, Mendonça Prado, defende a união dos políticos nordestinos em torno de projetos capazes de promover o desenvolvimento da região: “Chega de usar o sofrimento do povo em estratégias politiqueiras e que só beneficiam os partidos”, discursa Mendoncinha. Ele também discorda das criticas aos candidatos eleitos. Para o demista, qualquer julgamento agora é precipitado. Ah, bom!

Novo endereço

O senador eleito delegado Alessandro Vieira pode trocar a Rede pelo PSL do futuro presidente Jair Bolsonaro. Visando se tornar o maior do Congresso, o PSL tem feito convites a deputados federais e senadores de legendas que não atingiram a cláusula de barreira. Alessandro Vieira ainda não definiu seu futuro partidário, porém não terá problemas em se filiar ao PSL, pois votou e trabalhou pela eleição de Bolsonaro. Então, tá!

Vidas secas

E quem está preocupado com a forte seca que assola Sergipe é o senador Eduardo Amorim (PSDB). Ele lembra que sempre buscou ajudar os agricultores e as prefeituras das regiões atingidas pela estiagem: “Em 2017, conseguimos a liberar mais de R$ 7 milhões em emendas para 28 municípios sergipanos afetados pela seca”, diz. O senador promete continuar tentando liberar recursos para reduzir os efeitos da estiagem. Melhor assim!

Viva a loucura

De um bebinho, numa bodega da periferia de Aracaju: “Na terra onde manda quem pode, obedece quem tem juízo, apenas os loucos são felizes: eles tanto desmandam quanto desobedecem”. Oxe!

Recorte de jornal

Publicado no jornal Folha de Sergipe, em 31 de outubro de 1907.

Resumo dos Jornais

  Editoria: