Diretoria de Educação de Aracaju reúne gestores escolares para apresentar o Mais Ideb

Diretoria de Educação de Aracaju reúne gestores escolares para apresentar o Mais Ideb
setembro 27 05:31 2019 Imprimir Conteúdo

Com a agenda de mobilização do Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Básico (Saeb) em curso, a Diretoria de Educação de Aracaju (DEA), por meio do Departamento de Educação (DED), convidou os diretores das unidades escolares da capital para a apresentação do projeto Mais Ideb – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – ,  na  manhã desta quinta-feira, 26.

O grupo se reuniu no auditório da DEA para desenvolver mecanismos de divulgação e participação da comunidade escolar durante as provas do Saeb, que serão realizadas no período de 21 de outubro a 1º de novembro deste ano. Para tal, além da busca por uma dinâmica que efetivamente garanta que 80% dos alunos estejam frente à prova para a avaliação, os gestores conheceram com mais profundidade as nuances e relevância dos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, especificamente o Ideb.

A leitura crítica dos dados do Ideb se faz necessária porque ela reúne, em um só indicador, os resultados de dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações, calculadas a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e das médias de desempenho nas avaliações do Inep, o Saeb – para as unidades da federação e para o país, e a Prova Brasil – para os municípios.

De acordo com a diretora da DEA, Gilvânia Guimarães, os gestores devem se ater a essas informações para desenvolver estratégias de impulsionamento do ensino-aprendizagem a fim de promover, sobretudo, a sensibilização do alunado sobre o compromisso de comparecer à escola na data de aplicação de testes como o Saeb, por exemplo. Para ela, são quatro as frentes que devem ser pactuadas nas escolas em busca da melhoria dos resultados. A saber, o aumento da proficiência em Língua Portuguesa, da Matemática, da taxa de aprovação e do número de participação dos alunos de cada unidade escolar sergipana.

Para se obter o resultado do Ideb, é fundamental que 80% dos estudantes matriculados em cada escola compareçam no dia de aplicação da prova. Este é um fato que chama a atenção do diretor do Colégio Estadual Governador Djenal Tavares Queiroz, Cesar Henrique Pita Estrelado, para quem o índice não foi satisfatório na última avaliação.

Segundo ele, desde o ano passado a unidade está mobilizada para que a meta deste ano seja garantida. Por conta disso, em 2019 o quadro de professores atuando na escola busca um apoio pedagógico mais efetivo. “Os alunos têm uma assistência preparada para essa prova, que vai determinar o índice de aprendizagem e valorizar o trabalho dos professores locais”, comentou.

Foto assessoria

Assessoria de Comunicação da SEDUC

  Editoria: