Dia do Trabalhador: Prefeitura oportuniza ações de emprego e renda aos cidadãos

Dia do Trabalhador: Prefeitura oportuniza ações de emprego e renda aos cidadãos
maio 02 05:21 2022

Com o objetivo de fomentar a geração de emprego e renda na capital, a Prefeitura de Aracaju, através da Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat), auxilia os cidadãos e cidadãs que desejam conquistar um espaço no mercado de trabalho, por meio das ações de empregabilidade da Fundação que vão desde o cadastro de currículo, captação de vagas de emprego junto ao empresariado, até o encaminhamento de pessoas aos processos seletivos. Dessa forma, a Fundat torna-se uma ponte entre as empresas e os cidadãos que almejam uma oportunidade de emprego.

Em homenagem ao Dia do Trabalhador, celebrado neste 1º de maio, a Fundat reforça o seu compromisso de oportunizar, através da qualificação e do incentivo ao trabalho, transformação na vida profissional e pessoal dos cidadãos. De 2017 a 2021, 1.631 pessoas foram contratadas através do processo de intermediação da Fundação.

Cláudio Rogério, 46, é alagoano, mas firmou residência em Aracaju há mais de 40 anos. Através do seu cadastro de currículo na Fundat, ele começou a trabalhar como agente de portaria de uma rede hospitalar da capital. Ele estava desempregado há cerca de três meses, mas por meio da Fundat, foi encaminhado para participar do processo seletivo e conquistou a vaga de emprego que tanto almejava. “Parabenizo a todos que fazem parte da Fundat e agradeço por essa oportunidade que me foi concedida. Para quem ainda está à procura, saiba que o seu momento vai chegar e as portas vão se abrir para um futuro trabalho. Indico a população a procurar o órgão para se inscrever nos cursos e também cadastrar o currículo assim como eu fiz”, relata Cláudio.

Ao entrar em contato com a Fundat para iniciar a busca por candidatos à vaga de agente de portaria, a analista de Desenvolvimento de Pessoas da rede hospitalar, Malena Ferreira, afirma que a parceria com a Fundat nesse processo de intermediação ao mercado de trabalho é de extrema importância não só para os cidadãos, mas para o segmento empresarial. “A Fundat sempre nos socorre com as nossas demandas de vagas de emprego. Além do hospital, temos seis unidades distribuídas em Aracaju. Essa parceria é de grande valia para a rede Primavera. Além disso, é importante ressaltar o excelente trabalho que a Fundat dispõe para as empresas e para a população de forma gratuita. Recomendo aos setores de RH a estarem buscando esse suporte da Fundat, que exerce uma responsabilidade social por gerar oportunidades àqueles que estão em busca de emprego”, explica Malena.

O instrutor da Fundat e barbeiro, Vitor de Melo, 21, aprimorou o seu conhecimento profissional em uma capacitação que foi ofertada sobre corte e escova de cabelo feminino na Fundação. Ele aprendeu sobre essa área, mas desejava trabalhar com o público masculino. Por isso, inscreveu-se em outra capacitação da Fundat, desta vez, para aprender sobre corte de cabelo e barba masculino. Qualificado nesta área e com muita desenvoltura, ele conquistou a oportunidade de fazer parte da grade de instrutores da Fundação e ensinar outros cidadãos o mesmo conhecimento que havia adquirido na Fundat. Além disso, ele também trabalha em uma barbearia da capital.

“Fico muito feliz em ter tido essa oportunidade de me qualificar em um curso gratuito e que me deu visão para ensinar a população. A Fundat faz a diferença na vida das pessoas e agradeço por estar aqui, ensinando e aprendendo cada dia mais. Para este dia do trabalhador, desejo que nunca desistam dos seus sonhos, pois eles são possíveis de serem realizados. E que aproveite as oportunidades que surgirem”, conta Vitor.

A jovem Elizabeth Nunes, 24, possui deficiência auditiva, mas isso não foi empecilho para conseguir seu espaço no mercado de trabalho. Através da Fundat, ela foi encaminhada para participar de um processo seletivo e foi contratada para trabalhar em uma livraria. “Estou gostando bastante de trabalhar em um local que sou respeitada pelo que eu sou. Aqui faço arrumação dos livros, atendimento ao cliente, entre outras coisas. Fui à Fundat fazer a carteira de trabalho e aproveitei para cadastrar o currículo. Como sou deficiente auditiva, fica complicado falar pelo telefone, por isso, fiz o cadastro do currículo presencialmente. Acho importante ter outros meios que atendam o público da forma que se adequa melhor”, afirma Elizabeth.

Foto: Ascom / Fundat

  Editoria: