Deputadas decidem ampliar ações do Outubro Rosa

Deputadas decidem ampliar ações do Outubro Rosa
setembro 13 09:54 2019 Imprimir Conteúdo

Deputadas que integram a Procuradoria da Mulher e a Frente Parlamentar em Defesa da Mulher da Assembleia Legislativa de Sergipe apresentaram na manhã desta quinta-feira, 12 na Alese propostas com vistas às ações voltadas para o movimento Outubro Rosa, com destaque para prevenção ao câncer de mama. O encontro foi conduzido pela assessoria da deputada Goretti Reis (PSD) e na ocasião, as participantes decidiram estender as atividades para os outros meses.

O Outubro Rosa tem por finalidade, intensificar a luta contra o câncer de mama. A mobilização teve início na década de 90 nos Estados Unidos e em 2012, a Alese aprovou a Lei nº 7. 526, de autoria da deputada Goretti Reis, que dispõe sobre a instituição do movimento Outubro Rosa no Estado de Sergipe.

Com isso, a Alese realiza anualmente uma série de atividades visando a conscientização das mulheres através do apoio ao desenvolvimento de estratégias que viabilizem a atenção integral à saúde da mulher, a exemplo da promoção, prevenção, assistência e recuperação da saúde.

Continuidade

De acordo com a deputada Kitty Lima (Cidadania), é importante que as atividades sejam contínuas. “Quanto mais união de nós mulheres melhor, não só pelo Outubro Rosa que está chegando, mas que seja o pontapé para que todos os meses tenhamos ações voltadas para nossas mulheres que precisam tanto. Essa reunião foi muito importante para que além do que a gente já faz com palestras, consiga fazer mais; trazer a carreta do câncer para que a  gente tenha efetivamente nossas mulheres sendo atendidas. Muita coisa está por vir”, acredita.

A deputada Janier Mota (PR) também defendeu que as ações do Outubro Rosa se estendam para os demais meses. “Na questão da saúde a gente precisa cada vez mais de atitudes principalmente em prol dos menos favorecidos que precisam de cuidados maiores. Essa explanação é muito importante e a ideia é de que se estenda pois temos cada vez mais que nos somarmos para cuidar do nosso povo”, afirma.

Segundo a deputada Maisa Mitidieri (PSD), é justamente a união de todos que fará com que haja um fortalecimento das ações em prol das sergipanas. “Essa união que estamos vendo aqui hoje é que vai fazer com que a gente se fortaleça e contribua para que as mulheres tenham um pouquinho mais de dignidade, lutem mais pelos seus direitos visando conseguir o seu espaço. Se Deus quiser, essa reunião é o pontapé para muita coisa boa que vem por ai”, entende.

Para a deputada Diná Almeida (PODE), é importante saber mais sobre as necessidades das mulheres. “E orientá-las a antes de irem ao médico, que procurem agentes de saúde visando tirar as dúvidas para depois serem encaminhadas aos atendimentos principalmente relacionados à mama e ao útero. Que essa reunião não fique voltada apenas para o Outubro Rosa, mas que possamos focar na mulher, em todos os seus aspectos”, alerta.

O encontro contou com a participação de esposas dos deputados, filhas e assessoras parlamentares, além de profissionais de saúde que atuam na Alese. Elas demonstraram preocupação com a saúde das sergipanas, apresentaram ideias e tiraram dúvidas quanto à questão do atendimento às mulheres tanto na prevenção quanto no tratamento do câncer.

Na oportunidade, a diretora do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher – CAISM e esposa do deputado Luciano Bispo (MDB), Roseli Andrade anunciou a ideia de realizar na Alese um projeto semelhante ao denominado Assembleia de Carinho, que vem sendo desenvolvido na Assembleia Legislativa da Bahia.

“Nesse projeto se reúnem as mulheres dos deputados estaduais e as deputadas para ajudar entidades a exemplo de asilos e orfanatos. Estamos tentando implantar aqui na Alese, fiz a proposta para as mulheres que participaram da reunião e foi bem aceita. Agora vamos nos reunir para discutir e já começar o projeto Assembleia de Carinho de Sergipe, na campanha do Outubro Rosa”, destaca Roseli Andrade.

Propostas

Entre as propostas apresentadas pela assessoria da deputada Goretti Reis, estão a viabilização dos serviços da carreta da mulher, para realizar exames de mamografia na Praça Fausto Cardoso, visando atender mulheres que trabalham no comércio ou circulam no Centro de Aracaju;

Confeccionar material instrutivo para distribuição; realizar no plenário da Alese palestra alusiva à saúde da mulher; entregar panfletos aos servidores e visitantes da Alese; fazer a iluminação do prédio da Assembleia Legislativa e ofertar serviços no setor de saúde;

Instituir pontos de coleta de lenços para doação à instituição que atende a população feminina e intensificar nos meios de comunicação a importância da campanha Doe Lenços, sugerida em 2017 pela União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).

Foto: Júnior Ventura/Rede Alese

Por Aldaci de Souza – Rede Alese

  Editoria: