Defesa Civil pede prorrogação do prazo de interdição do antigo Hotel Palace

Defesa Civil pede prorrogação do prazo de interdição do antigo Hotel Palace
maio 25 13:38 2018 Imprimir Conteúdo

O Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec) aguarda até que o Tribunal de Justiça de Sergipe avalie nova petição, solicitando a prorrogação do prazo estipulado

O Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec) da Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seidh) informa que a operação de interdição do Hotel Palace, marcada inicialmente para ocorrer neste domingo, dia 27 de maio, será suspensa temporariamente, até que o Tribunal de Justiça de Sergipe avalie nova petição, solicitando a prorrogação do prazo estipulado.

Para embasar o pedido, a Defesa Civil e a Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur) consideraram as dificuldades operacionais trazidas pela greve nacional dos caminhoneiros, que desencadearam uma crise de abastecimento nos diversos níveis, em todo o país. De acordo com o Cel. Alexandre José, diretor da Defesa Civil Estadual, as corporações e órgãos envolvidos encontrariam dificuldades em operacionalizar a interdição.

“Precisamos de condições de normalidade para deslocar e abastecer as viaturas, e assim viabilizar a logística da operação. Pedimos que o Tribunal conceda um prazo um pouco maior, para que esta questão seja solucionada. Como pelo mesmo motivo, o próprio TJ decretou ponto facultativo nesta sexta-feira, o prazo inicial dado pelo juiz passa a ser terça-feira, dia 29”, explicou.

O novo prazo solicitado pela Defesa Civil Estadual e pela Emsetur foi superior a dez dias, e aguarda apreciação do magistrado para a definição de nova data para a operação.

  Editoria: