“Danielle Garcia é a melhor solução para os problemas de Aracaju”, avalia Alessandro Vieira

“Danielle Garcia é a melhor solução para os problemas de Aracaju”, avalia Alessandro Vieira
novembro 20 15:18 2020 Imprimir Conteúdo

 

Durante entrevista à rádio Jornal FM nesta sexta-feira (20), o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) falou sobre o sentimento das ruas e da vontade dos aracajuanos de mudar. Alessandro destacou a história de vida da candidata a prefeita, Danielle Garcia, e a importância de ter posição e defender de fato a mudança de gestão em Aracaju. “É fundamental que aqueles que se colocam como líderes e representantes do povo tenham coragem de dizer a sua verdadeira postura, qual é a sua escolha. Não se pode iludir o eleitor induzindo-o a imaginar, por exemplo, que voto nulo vai mudar o resultado de uma eleição ou favorece uma mudança. Não vai. O voto nulo ajuda a situação, ajuda  ao esquema que está aí. Por isso é fundamental que a população vote e defenda a mudança na gestão da nossa cidade”, ressaltou.

Alessandro Vieira revela que a estratégia do grupo político que comanda Aracaju há 16 anos é incitar a abstenção e a ausência do eleitor, e assim desestimular o aracajuanos a exercerem seu poder na democracia. “Vemos isso na falta aos debates por parte do candidato Edvaldo. É uma estratégia para desmotivar o eleitor e esconder os muitos defeitos da gestão de dele. Se você passa quatro ano criticando uma gestão, se você passa quatro anos apontando de forma muito dura os vários problemas de Edvaldo, Hospital de Campanha, o não cumprimento de promessas, o não pagamento do piso dos professores, e chega na hora da eleição, você tem a possibilidade de mudar e você diz não, não vou mudar, vou fingir que tudo que aconteceu nesses quatro anos não existiu? Isso é muito feio para quem tem a postura de se colocar como representante da mudança”.

O senador Alessandro destacou que o cenário desse segundo turno em Aracaju é muito claro. “De um lado você tem o mesmo grupo de sempre, com Jackson Barreto, Belivaldo Chagas, André Moura, Laércio Oliveira, esse grupo político está representado por Edvaldo Nogueira. Do outro lado você tem aqueles que querem mudar, que estão cansados da mentira, da gestão mal feita. Uma gestão que fechou a Avenida Hermes Fontes por mais de um ano e fez uma obra que poderia melhorar a circulação do trânsito, mas que não melhorou nada e foi pessimamente executada. Não conseguiram fazer uma lombada no tamanho certo. Tiveram que refazer tudo. Retrato do que é essa gestão. A correria para fazer uma obra eleitoral, a tentativa de enganar o eleitor e transformar Edvaldo no tocador de obras – o que ele nunca foi. Esse grupo segue nessa mesma toada, tentando de uma forma dissimulada enganar o eleitor e permanecer no poder”, revelou.

Para Vieira, é essencial que o eleitor compreenda a importância do seu voto para o futuro da capital sergipana. “A cada dois anos o eleitor tem o poder de mudar as coisas. Esse poder é do eleitor, e quem tenta desestimular o voto, comete um crime contra a democracia. É preciso votar. É preciso se responsabilizar. Assumir o controle da nossa cidade, onde moramos e criamos os nossos filhos. Se eu vejo a possibilidade de mudar para melhorar a vida das pessoas, vou defender esse projeto e essa ideia”.

A vez da coragem

Durante a entrevista, Alessandro Vieira evidenciou os ataques sofridos pela candidata a prefeita Danielle Garcia. “Estamos trabalhando para combater toda essa fábrica de mentiras. Um ataque que chama muito a atenção é a tentativa de acusar Danielle de arrogância e agressividade. É preciso revelar o machismo que está embutido nesse ataque. O que Danielle Garcia fez foi cobrar Edvaldo Nogueira com relação às suas falhas e seus erros, e cobrar a presença em debate, chamar para o debate, para a discussão pública das ideias e propostas para a cidade de Aracaju. Se fosse um homem, estava sendo elogiada porque é forte, firme, porque é corajoso. Como é uma mulher, partem para o preconceito, para tentar desqualificar. É assim que essa turma trabalha, eles não respeitam as pessoas. Se o eleitor for comparar a história de vida de Danielle Garcia e a história de Edvaldo vai ver que a trajetória, a prática, as ideias para Aracaju são muito diferentes. É fundamental trabalhar com a verdade e transparência”.

Outro ataque mentiroso que tentam disseminar contra a candidata Danielle Garcia é a narrativa de que a cidade vai virar uma delegacia. “Em 20 anos como delegada, quando foi que Danielle Garcia tratou um cidadão de bem como criminoso? O que ela fez e que quase ninguém fez em Sergipe foi tratar rico corrupto como criminoso. Isso que ninguém fazia. Quando delegada ele foi atrás de empreiteiro e político corrupto, e Aracaju inteira acompanhou. Isso gera um medo muito grande nessas mesmas pessoas, o medo de perder a boquinha, o medo de perder o contrato, o medo da verdade. Essa é uma eleição que ficou muito simples e clara: uma eleição entre as mentiras contadas por 16 anos e a verdade. E eu acredito que a verdade no final vai vencer”, frisou.

Finalizando a entrevista, o senador sergipano confirmou seu apoio à delegada Danielle Garcia. “Ela foi escolhida através de pesquisa e confirmada no grupo como a melhor candidata. Vem disputando e é a primeira mulher que chega no segundo turno das eleições em Aracaju. Eu tenho certeza que está numa caminhada para virar o jogo e vencer a eleição. E ela vai vencer não porque eu quero ou porque eu acho bom. Danielle Garcia vai vencer porque ela é a melhor solução para os problemas de Aracaju, para cuidar de verdade do aracajuano, para deixar para trás esse passado que é uma mistura triste de incompetência, de falta de respeito. É o governo que fecha as igrejas e escolas e abre os bares. É o governo que promete Wi-Fi grátis em todas as praças de Aracaju, e faltando 10 dias para a eleição tenta colocar a toque de caixa Wi-fi no Parque da Sementeira, na zona nobre da cidade. Esse é o governo de Edvaldo. É o governo dos contratos inexplicáveis com a Torre, com o Hospital de Campanha, com a Multiserv. É a gestão dos milhares de cargos comissionados que agora às vésperas da eleição giraram como nunca no Diário Oficial. Essa é a realidade. Danielle Garcia vem como um sopro de esperança. A primeira mulher prefeita de Aracaju. Uma mulher firme, com coragem, história, que é honesta, e vai mudar os rumos da nossa capital”.

Fonte e foto assessoria Alessandro Vieira

  Editoria: