Cuidados com a saúde física e mental são essenciais na busca por qualidade de vida

abril 06 08:38 2022

Quando foi a última vez que você visitou seu médico? Se tem mais de seis meses, é hora de voltar para uma consulta de rotina. Afinal, não é só quando estamos doentes que devemos procurar esse profissional. A ação é um dos destaques do Dia Mundial da Saúde e indica que uma consulta rotineira com o profissional de saúde e o diagnóstico inicial de doenças são fundamentais para a qualidade de vida.

Quando falamos em cuidados com a saúde, é comum as pessoas ainda pensarem em tratamento, mas não em prevenção. Ainda há certa resistência e o desafio é educar as pessoas quanto a isso. De acordo com o médico oncoradioterapeuta da  Oncoradium – Centro Oncológico de Aracaju, Dauler Souza, para a maioria das pessoas, realizar visitas periódicas ao médico é considerado algo desnecessário, principalmente entre os homens.

“Manter a saúde em dia é essencial para quem deseja viver muito e com qualidade. Os exames de rotina são muito importantes para a manutenção da saúde e a prevenção de doenças silenciosas. Isso porque esses exames ajudam a verificar qualquer problema de saúde antes que eles apresentem sintomas. Lembrando que, muitas doenças não dão sinais quando estão no começo, portanto, quanto antes forem identificadas, melhor será o tratamento”, afirmou.

O oncoradioterapeuta Dauler Souza explica que o recomendado é que pessoas adultas e saudáveis realizem exames de rotina a cada dois anos. Já as pessoas que fumam, são obesas ou sedentárias, a orientação é que as visitas ao médico sejam anuais. No caso das pessoas com problemas crônicos, como diabetes e hipertensão, os exames de rotina devem ser feitos a cada seis meses.

A pandemia da Covid-19 também contribuiu para a redução da frequência dos pacientes nas consultas de rotina. Com receio da contaminação pelo Coronavírus, muitas pessoas adiaram a ida ao consultório médico com receio de contrair a doença. Mas com a redução do número de casos e a retomada das atividades, é hora de retomar também os cuidados com a saúde.

“Medidas para a prevenção da Covid-19 continuarão por um bom tempo. Mas além de respeitar o os cuidados básicos, é importante que as pessoas não deixem de fazer suas consultas e exames de rotina”, destacou o Dr. Dauler Souza.

Bem-estar físico e mental

Além de frequentar regularmente o médico e fazer exames periódicos, é fundamental para uma saúde de excelência o cuidado com o bem-estar físico e mental. A prática de atividades físicas e hábitos alimentares saudáveis são fatores essenciais na busca pela qualidade de vida.

“Entre os cuidados e hábitos que são imprescindíveis para cuidar bem do corpo e da mente estão praticar exercícios físicos regularmente, alimentar-se bem e não esquecer da hidratação. Garantir que está dormindo o suficiente, evitar hábitos nocivos, como ingerir álcool em excesso e fumar, são outros passos importantes para manter uma boa qualidade de vida no dia a dia”, pontuou.

A saúde mental também tem relação direta com a busca pela qualidade de vida. De acordo com o Dr. Dauler Souza, questões relacionadas ao emocional interferem na diretamente na rotina e nos privam de aproveitar completamente a nossa vitalidade.

“Muitas vezes, negligenciamos a saúde mental e isso acaba influenciando nossa qualidade de vida e bem-estar. Não adianta apenas cuidar da saúde do corpo físico, porque a mente impacta diretamente nossas decisões e a energia que depositamos nos afazeres diários”, disse.

O médico destaca também que apesar da grande quantidade de informações sobre o tema, ainda existe muito preconceito relacionado aos transtornos mentais, muitas vezes associando às doenças mentais a fraqueza de caráter e falta de força de vontade.

“É importante entender que a saúde mental precisa de diagnóstico e tratamento adequado e deve ser encarada da mesma forma que a saúde física. A disseminação de conhecimento é a única forma de quebrarmos esses paradigmas.  Todo mundo se sente ansioso de vez em quando, mas os transtornos de ansiedade são diferentes”, afirmou.

Ainda de acordo com o oncoradioterapeuta, os transtornos de ansiedade também podem dificultar a respiração, o sono, a quietude e a concentração. O principal sintoma é o medo ou a preocupação excessiva. “Seus sintomas específicos dependem do tipo de transtorno de ansiedade. Os sintomas comuns são sentimentos de pânico, problemas de sono, não ser capaz de ficar calmo e quieto, falta de ar, palpitações cardíacas, pensar sobre um problema repetidamente e não conseguir parar, incapacidade de concentração ,dentre outros. As pessoas devem procurar um clinico geral ou psiquiatra, caso percebam alguns desses sintomas para uma avaliação adequada e início do tratamento, que pode incluir medicações e terapias psicocomportamentais”, orientou.

Um pouco a cada dia

O médico oncoradioterapeuta Dauler Souza destaca ainda que é possível fazer um pouco mais a cada dia em busca de uma rotina mais saudável e de mais qualidade de vida.

“Algumas pequenas mudanças em sua rotina podem tornar a vida mais fácil, sem exigir grandes esforços. Tente começar por pequenas escolhas e você vai perceber que ficará mais fácil administrar sua rotina. Exercite-se mais, alimente-se bem, durma oito horas por dia, não se preocupe tanto, cuide da sua saúde física e mental”, sugeriu.

O Dr. Dauler Souza destaca ainda que quando alguém abraça essas práticas saudáveis é possível desfrutar de uma série de vantagens para sua saúde e qualidade de vida, seja no âmbito pessoal ou profissional. “Infelizmente nem todos investem na ideia, seja por falta de tempo, ou devido a chegada da tecnologia, que, de forma indireta, incentiva a população a levar uma vida mais sedentária. Por essa razão, é de extrema importância que as empresas, escolas, unidades de saúde e imprensa realizem, frequentemente, campanhas para promover a prática regular de exercícios físicos e alimentação saudável, como uma maneira de manter o bem-estar das pessoas”, finalizou.

Sobre o Dia Mundial da Saúde

Celebrado desde 1950, o Dia Mundial da Saúde tem como o objetivo chamar a atenção para a saúde global. A data homenageia a criação da Organização Mundial da Saúde (OMS) durante a primeira Assembleia Mundial da Saúde, em 1948.

A cada ano, um tema é adotado, refletindo alguns dos principais problemas relacionados à saúde que afetam a população mundial. Este ano, o tema da campanha é “Nosso planeta, Nossa Saúde” e destaca que nossa saúde e a saúde do nosso planeta estão totalmente ligadas. O tema chama atenção também para a necessidade de se concentrar na criação de sociedades saudáveis em um planeta saudável.

Sobre a Oncoradium

A Oncoradium – Centro Oncológico de Aracaju é a 10ª unidade da Rede Onco, grupo referência no tratamento oncológico em todo o país.  Funcionando anexo ao Hospital de Cirurgia, a unidade hospitalar atende as demandas de radioterapia do HC e também outras demandas da saúde do Estado. Atualmente, seu horário de funcionamento foi ampliado para os três turnos (manhã, tarde e noite) por conta da alta demanda de pacientes. Diariamente, estão sendo realizados cerca de 70 atendimentos e não há fila de espera.

Foto assessoria

Por Nara Barreto

  Editoria: