Crea-SE defende a retomada das atividades da Construção Civil

Crea-SE defende a retomada das atividades da Construção Civil
julho 17 12:48 2020 Imprimir Conteúdo

Em Sergipe, o mercado da construção civil é um dos segmentos mais prejudicados na crise causada pelo novo Coronavírus.  Pesquisa realizada pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) mostra que o estado é o único do país onde as obras estão paradas por causa da pandemia.  Para o presidente do Conselho Regional da Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE), engenheiro agrônomo, Arício Resende Silva, a situação é lamentável e preocupante.

“A construção civil é fundamental para a geração de emprego e renda da população. Neste momento de crise, o setor é a saída para reanimar a economia duramente afetada pela pandemia”, avalia o presidente do Crea-SE. Ele frisa que as obras no Estado estão suspensas desde o início de maio por determinação da Justiça do Trabalho, uma situação que tem resultado em prejuízos para as empresas, profissionais e a economia sergipana, principalmente pela demissão em massa de operários.

O engenheiro Arício Resende defende que, de forma planejada, o setor da construção civil possa reiniciar as atividades com segurança e regras sanitárias bem definidas. “É fundamental recuperar os empregos perdidos nesta crise e proteger as empresas que estão chegando ao limite devido à situação. É preciso agir com responsabilidade conciliando as questões da saúde que o momento exige e também da economia”, disse ele.

Por Íris Valéria

Foto assessoria

  Editoria: