Covid-19: Ipesaúde abre mais 15 leitos para tratamento de pacientes Covid e não Covid

Covid-19: Ipesaúde abre mais 15 leitos para tratamento de pacientes Covid e não Covid
março 10 12:31 2021 Imprimir Conteúdo

 

Devido ao aumento de casos da Covid-19 e de outras patologias no estado, o Ipesaúde abriu a Unidade Temporária de Internamento da Grande Aracaju, que funcionará como suporte do Serviço de Pronto Atendimento (SPA), a fim de continuar prestando uma assistência de qualidade a todos beneficiados. A unidade comporta o quantitativo de 15 leitos de enfermaria voltados para atender pacientes Covid e não Covid, de baixa e média complexidade.

O espaço recentemente criado pretende promover assistência à saúde devida e de qualidade, para que sejam evitadas grandes perdas para o beneficiário. É o que conta a diretora de Assistência à Saúde da autarquia, Cristiane Melo. “O grande objetivo das Unidade da Grande Aracaju é ampliar a nossa capacidade instalada para atender com qualidade os nossos beneficiários e evitar ao máximo a piora do quadro do paciente e o óbito. Essa é a grande missão, ampliar serviços a nível que a gente diminua e evite, o que a maioria das pessoas querem evitar, ou seja, a perda de um ente querido, de uma pessoa próxima. O nosso papel enquanto gestão, enquanto serviço de assistência à saúde é tentar atender a maior quantidade de pessoas, com uma maior qualidade, evitando que essas pessoas tenham perdas irrecuperáveis”, informa.

A unidade dará suporte ao Serviço de Pronto Atendimento do Ipesaúde, pois não apenas houve aumento dos casos de coronavírus, mas também de internamento por outras patologias.“A gente está com um aumento muito grande de pacientes Covid, mas também de pacientes clínicos. Muitas vezes até pós-Covid, porque foi observado que muitas pessoas, mesmo não tendo sintomas da Covid, tiveram um agravamento do quadro clínico da comorbidade preexistente. A gente acabou recebendo pacientes descompensados que acabaram precisando de internamento. E mesmo com a transferência da urgência ortopédica para o Hospital Renascença e a urgência pediátrica para o Hospital São Lucas, além do aumento em 100% a quantidade de leitos dentro do SPA, já não estávamos dando conta da demanda atual, por isso foi necessário criar outras estratégias”, explica Cristiane Melo.

A porta de entrada para urgência e emergência é o Serviço de Pronto Atendimento (SPA). Sendo assim, primeiro o paciente procura o SPA, lá os profissionais fecham o diagnóstico do paciente e, dependendo da complexidade, é encaminhado para a Unidade Temporária de Internamento da Grande Aracaju.

Unidade Temporária de Internamento da Grande Aracaju

A unidade possui 15 leitos de internamento para pacientes com diagnóstico de Covid e não Covid, de baixa e média complexidade, ou seja, que não necessitem de tratamento intensivo, é o que conta a médica geriatra e assistente técnica Rivia Siqueira.

“A enfermaria funciona 24h e atende pacientes Covid e não Covid de baixa e média complexidade. Os pacientes que chegam na unidade são regulados pelo Serviço de Pronto Atendimento do Ipesaúde (SPA), todos pacientes clínicos. Caso os pacientes necessitem de atendimento especializado ou da realização de exames laboratoriais ou de imagem, que não possam ser realizados na unidade, são transportados para a realização dos procedimentos, após a realização retornam novamente para o hospital de retaguarda de São Cristóvão”, esclarece Rivia Siqueira.

A transferência do paciente para a unidade só ocorre após a realização de alguns procedimentos como, a realização de exames laboratoriais (incluindo avaliação da função hepática e renal), tomografia, gasometria, coleta de PCR, entre outros. Para os pacientes não Covid, os critérios de transferência são: pacientes aguardando o Home Care e pacientes em paliação.

A Unidade Temporária de Internamento da Grande Aracaju fica localizada em São Cristóvão, no prédio do Hospital Nosso Senhor dos Passos, na Av. Paulo Barreto de Menezes S/N, São Cristovão, SE, 49100-000. Possui um quadro médico com clínico geral, enfermeiros e fisioterapeutas. Funciona como unidade de retaguarda do Serviço de Pronto Atendimento do Ipesaúde.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: