Controlando o verbo

Controlando o verbo
abril 29 08:29 2019 Imprimir Conteúdo

Tomara que a demorada efetivação da Comissão de Ética da Câmara de Aracaju controle os exageros proferidos no plenário pelos vereadores. Aliás, a Comissão ganhou presidente e relator justamente para avaliar se o vereador Cabo Amintas (PTB) feriu o decoro parlamentar ao agredir verbalmente o colega Vinícius Porto (DEM). Caso o metido a valentão seja punido pelo destempero verbal, a Comissão de Ética passará a funcionar como um cabresto na boca dos vereadores mais falastrões e que confundem a Câmara com a casa da mãe Joana, onde tudo é permitido, inclusive chamar o colega de filho da outra. Misericórdia!

Novo velho

Não passa de blábláblá essa conversa de renovação no MDB sergipano. Eleito novo presidente estadual do partido, o deputado federal Fábio Reis entrou na política muito jovem, já estando em seu terceiro mandato de deputado federal. Entre os demais dirigentes emedebistas estão velhas figurinhas carimbadas, como Jackson Barreto e Benedito Figueiredo. O MDB mudou a figura principal, porém o reisado continha o mesmo. Marminino!

Faça o que digo…

Os militares estão uma fera com o Tribunal de Contas de Sergipe. É que os conselheiros orientaram o governo a não cumprir a lei estabelecendo reajuste salarial para os PMs com mais de 30 anos de serviço. A rapaziada do TCE alega que o Executivo já extrapolou o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal.  Os conselheiros que votaram contra o reajuste dos militares são os mesmos que recebem gordos salários e esbanjam mordomias. Neste caso, a máxima “faça o que digo, não faça o que faço” se encaixa como uma luva. Homem, vôte!

Inimigo visceral

Embora ache muito cedo para tratar sobre candidaturas a prefeito, o governador Belivaldo Chagas (PSD) já definiu com quem não estará em hipótese alguma na campanha de 2020. Em conversa com o pastor Heleno Silva (PRB), o “Galeguinho” jurou que nem a pau sobe no mesmo palanque do ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB). Resta saber se Vavá deseja estar no mesmo comício do governador. Crendeuspai!

Compasso de espera

E quem pode retornar à Câmara de Aracaju é o ex-vereador e ex-deputado estadual Morito Matos (Pros). Isso ocorrerá se a Comissão de Ética propuser e o plenário aprovar o afastamento por quatro meses do vereador Cabo Amintas (PTB). Efetivada a punição ao petebista por quebra de decoro parlamentar, Morito Matos assumirá como 1º suplente da coligação que apoiou, em 2016, a candidatura de Valadares Filho (PSB) a prefeito de Aracaju.

Prefeito valentão

Não chamem para a mesma reunião o prefeito de Pedra Mole, João José de Carvalho Neto (DEM), e o Conselho Tutelar do município. Intimado pelo Ministério Publico para estruturar a sede do conselho, o demista perdeu as estribeiras e agrediu as conselheiras. Revoltadas com a ignorância do gestor, as moças prestaram queixa à Polícia. Segundo elas, João José ficou totalmente descontrolado, a ponto de comparar o Conselho Tutelar a um cabaré e dizer que em Pedra Mole quem manda é ele. Danôsse!

Saindo de mansinho

A Petrobras quer se ver livre o quanto antes dos campos petrolíferos Piranema e Piranema Sul, na Bacia de Sergipe-Alagoas. A venda destes ativos faz parte da meta de desinvestimentos da estatal. E mais: como não encontrou comprador, a Petrobras trabalha para arrendar a já fechada Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados, de Laranjeiras. Apesar do visível prejuízo à economia estadual, a nossa classe política parece que não está nem aí com o estranho “enxugamento” da Petrobras em solo sergipano. Só Jesus na causa!

Reunião da Unale

Os deputados estaduais Georgeo Passos (REDE), Samuel Carvalho (PPS), Kitty Lima (REDE) e Capitão Samuel (PSL) prestigiaram em Brasília a Assembleia-Geral da Unale. Deputados de 14 estados prestigiaram o evento, que tratou sobre a alteração do estatuto e a realização dos seminários regionais. Os quatro sergipanos aproveitaram para reafirmar a preocupação com a crise dos municípios e o prometido novo Pacto Federativo. Ah, bom!

Bem na fita

Uma sergipana foi eleita deputada no Parlamento Espanhol. Maria das Graças Carvalho Dantas, 50 anos, deixou o Brasil em 1994 para se especializar em Direito do Meio Ambiente. Ela contou ao jornal O Globo que na Espanha trabalhou como doméstica, babá, garçonete, cuidadora de idosos e professora de português. Nascida em Aracaju, onde foi delegada-adjunta, Maria das Graças diz que é “nordestina cabra da peste, daquela que pega a peixeira e coloca no meio dos dentes, discípula de Maria Bonita”. Cruzes!

Noite de autógrafos

A historiadora Josevanda Mendonça Franco lança, nesta segunda-feira, o livro biográfico “Euvaldo Diniz: o arrojado”. Será a partir das 18h, no Museu da Gente Sergipana, centro de Aracaju. A autora conta ter se surpreendido pela riqueza de vida familiar e social do biografado. Filho de Laranjeiras, Euvaldo Diniz foi deputado federal por vários mandatos, tendo morrido em 1964, vítima de acidente aéreo na serra dos Órgãos, no estado do Rio de Janeiro. Prestigie!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano o Nordeste, em 30 de maio de 1942.

Resumo dos Jornais

  Editoria: