Confiança segura o empate e atrapalha América/MG na disputa do título

janeiro 24 09:18 2021 Imprimir Conteúdo

 

Confiança e América-MG fizeram na tarde deste sábado na arena Batistão, um jogo morno de pouca técnica, sem inspiração e principalmente sem objetividade. O resultado não poderia ser outro a não ser o empate em 0x0. Faltou movimentação nas duas equipes, mas o Confiança esteve um pouco melhor em campo, mas não soube aproveitar as oportunidades criadas. A partida para o América valia a liderança da competição. E se esperava mais do time mineiro. Com esse resultado o Confiança vai a 46 pontos, mas permanece na 14ª. colocação o América se iguala a Chapecoense com 70 pontos, mas perde a liderança nos critérios de desempate.

O Confiança mesmo jogando em casa, optou por um jogo mais cauteloso. Esperava o América em seu campo e partia para o ataque, foi assim que aos 11′ Iago chegou com perigo e chutou o goleiro Jori quase se complica na hora da defesa, mas fica com a bola. O troco do América só veio aos 32′. Rodolfo cruza rasteiro para Azevedo, dentro da área. O atacante se joga na bola, mas ela passa por ele. A melhor chance de gol do primeiro tempo foi do Confiança, desperdiçada por Serginho aos 41′. Serginho, livre de marcaçãobna área, sobe sozinho. A bola passa com certo perigo à direita de Jori. E assim, com o jogo muito equilibrado o primeiro tempo se encerrou em 0x0.

Empate no final – No segundo tempo, o Confiança voltou com Caíque Sá no lugar de Iago. Mas o panorama do jogo não se modificou. Aos 05′ reclamação dos americanos, em lance polêmico. Rodolfo avança, cai na área do Confiança e pede pênalti de Nirley no lance. O árbitro manda seguir. Precisando da vitória para assumir a liderança, o América se

soltou mais em campo e passou a pressionar a defesa do Dragão. Até que aos 25′ Rodolfo recebe de Eduardo Bauermann e marca. O atacante americano estava impedido na hora da finalização.

O América colocou Kalyson e Geovane em campo. O time cresceu mais ainda e insistia no primeiro gol. Paulista então resolveu mexer na equipe em grosso. Ele colocou Renan Gorne no lugar de Bruno Paraíba, Everton Santos no lugar de Castilho e Jeferson no lugar de Madison. No América Lisca foi para tudo ou nada.

Aos 40’ ele colocou Neto Berola, Lohan e Marcelo Toscano. O final do jogo foi dramático. O Confiança se defendia e o América tentava o gol. Em um dos lances aos 44′ Berola arranca na velocidade, Rafael Santos sai para evitar o avanço, e América pede pênalti. O árbitro não viu assim. O jogo chegou ao final como começou no 0x0. As duas equipes se despedem na próxima rodada. O Confiança enfrenta a Chapecoense na Arena Condá, enquanto o América enfrenta o Avaí, no Independência.

Foto: Luiz Neto

FSF

  Editoria: