Clientes Banese Card podem parcelar a fatura e garantir equilíbrio no orçamento

Clientes Banese Card podem parcelar a fatura e garantir equilíbrio no orçamento
junho 13 09:14 2022

 

Opção garante condições especiais e parcelamento em até 18 vezes, evitando a inscrição do cliente no SPC e Serasa

Se a fatura do Banese Card chegou um pouco “salgada”, causando aperto no orçamento familiar, saiba que é possível resolver essa situação: basta parcelar a fatura. Com mais esta opção, oferecida pela Sergipe Administradora de Cartões e Serviços (SEAC), o cliente Banese Card evita que os juros virem uma “bola de neve” e que o nome seja inscrito no SPC e no Serasa.

A oferta permite que o cliente parcele o total da fatura em até 18 vezes, desde que a parcela não seja inferior a R$ 30. Nesta operação, os juros aplicados são menores que os do crédito rotativo e as parcelas podem ser, inclusive, até menores que o valor para pagamento mínimo. À medida em que as prestações forem sendo pagas, o valor do limite de crédito vai sendo liberado, proporcionalmente.

A adesão ao parcelamento deve ser realizada até a data de vencimento da fatura, que chega para o cliente sempre com uma oferta de parcelamento do valor total.  Para validar a operação, é importante que o valor pago seja igual ao apresentado na fatura, incluindo os centavos, sem arredondamento para mais ou para menos.

Caso não queira parcelar todo o saldo, o cliente pode ligar para a central de atendimento do Banese Card, negociar o valor da entrada e simular as das demais parcelas. Este tipo de solicitação deve ser realizada, no máximo, até às 14h do dia de vencimento da fatura. Os telefones para contato são 4002 2320 (capitais e regiões metropolitanas) e 0800 284 2884 (outras localidades).

Vale ressaltar que o parcelamento de fatura não pode ser cancelado, porém, as parcelas podem ser liquidadas antecipadamente, com um abatimento dos juros que pode chegar a 92%. Um mesmo cliente poderá ter em vigor mais de um parcelamento.

Evite parcelamento automático

A alternativa também permite que o usuário não entre no parcelamento automático, o que acontece quando ele deixa de pagar a fatura, ou liquida apenas um valor inferior ou igual ao pagamento mínimo previsto. Nestes casos, no quinto dia útil após o vencimento do boleto, a operadora realiza o financiamento compulsório da dívida, com as devidas multas e juros diários, em até 10 vezes, conforme determina a Resolução Nº 4.549 do Conselho Monetário Nacional (CMN).

Dicas de Educação Financeira

O parcelamento da fatura deve ser utilizado como um socorro emergencial, quando, por algum gasto imprevisto, as contas saíram do controle. Pesquisa realizada em 2019, pela International Stress Managemente Association no Brasil (Isma-BR), mostra que a incerteza financeira é a principal causa de ansiedade e preocupação. Ou seja, manter as finanças em dia também ajuda a ter uma boa saúde mental.

Separamos algumas dicas fáceis de serem seguidas e que, certamente, ajudarão no controle orçamentário:

  • Anote todos os gastos mensais: contas de água, luz, telefone, compras no supermercado, roupas, saídas para lazer etc.;
  • Depois de identificar todos os gastos, defina um valor mensal máximo para cada um deles. Se, ao final das contas, o valor mensal foi superior ao salário recebido, é hora de rever a lista e avaliar o que será cortado ou reduzido, para que a conta feche no final do mês;
  • Monte uma planilha e a preencha direitinho, informando tudo o que for ganho ou gasto. Existem, também, diversos aplicativos (apps) para smartphones que podem ser usados gratuitamente para esta finalidade;
  • Se está com muitas dívidas, é hora de anotar todas e elencar prioridades para pagamento, dando preferência para aquelas que têm incidência de juros maiores. O próximo passo é estabelecer prazos para que cada uma delas seja quitada. Com objetivos claros é possível ter um melhor planejamento financeiro;
  • Entre em contato com os credores e negocie a melhor maneira de pagar cada dívida. Fazendo isso, é possível, inclusive, conseguir desconto, como os que têm sido ofertados aos clientes Banese Card que buscam negociar as dívidas existentes no cartão.

Ascom Grupo Banese

  Editoria: