Circular Junino transforma Orla em palco da diversidade cultural

Circular Junino transforma Orla em palco da diversidade cultural
junho 20 06:25 2022

 

O forró pé de serra ecoou em toda a Orla de Atalaia, neste domingo (19), enquanto o mini trio carregava os músicos que empolgavam turistas e aracajuanos com a típica melodia junina, seguindo a Marinete do Forró ao longo da avenida Santos Dumont. Entre o final da tarde e início da noite de domingo, mais um dia de programação do Circular Junino levou o melhor dos festejos para quem veio aproveitar o período de festas típicas do Nordeste na capital sergipana.

Desde esse sábado, 18, o Circular Junino, mais uma das atrações dos festejos desta temporada em Aracaju, realizado pela Prefeitura, por meio da Fundação Cidade de Aracaju (Funcaju), tem levado forró pé de serra, quadrilha junina e outras atrações típicas deste mês de junho para diferentes pontos da cidade, seguindo a proposta de democratizar as produções e espaços, fazendo com que turistas e aracajuanos que estão em locais distintos da cidade possam aproveitar ao máximo tudo que a época oferece de melhor.

Neste domingo, durante a programação na Orla de Atalaia, que contou com circulação da Marinete do Forró, seguida do mini trio com forró pé de serra, que está presente ao longo de toda a programação do Circular, tanto na Orla de Atalaia como na Orla Pôr do Sol, contou também com apresentação da quadrilha Cacimba Nova e Xodó da Vila Mirim, atrações aprovadas por aracajuanos e turistas que aproveitavam o domingo de lazer em um dos principais cartões postais da cidade.

Pontualmente, às 17h, Rosângela Santana já se encontrava sentada em um dos bancos da Marinete do Forró, em frente aos Arcos da Orla, aguardando ansiosamente a tour que o veículo fez, logo em seguida, ao longo da avenida Santos Dumont, com retorno próximo ao farol do bairro Coroa do Meio, seguindo por toda a extensão da Passarela do Caranguejo. Ela reuniu sete amigas para aproveitar o forró pé de serra no ônibus do tipo jardineira, com o passeio na Orla que é uma das mais bonitas do Brasil.

“Esse passeio é tudo de bom, traz o que há de melhor do nosso forró e é aqui na nossa cidade. Através das redes sociais eu soube do Circular Junino e que também estava funcionando a Marinete do Forró, então juntei minhas amigas e viemos hoje prestigiar um dos melhores eventos de Aracaju. Estamos dando início aos nossos festejos juninos aqui na Marinete e todos os dias vamos marcar presença no Forró Caju, já marquei com minhas amigas isso”, disse Rosângela em tom empolgado.

Vindo do Guarujá, litoral paulista, Maria Bernadete dos Reis fez questão de ressaltar que Aracaju funciona como um porto seguro pra ela, e sempre que pode vem para a cidade. Sergipana, foi morar no Sudeste ainda jovem e destacou a sensação de alegria de poder voltar a celebrar os festejos juninos na capital sergipana após dois anos sem a realização dessas festas nas ruas por conta da covid-19.

“Eu amo Aracaju. Moro no Guarujá, mas sempre estou por aqui, sempre venho com meu marido, mas como dessa vez ele não pôde vir, eu trouxe minha colega. A sensação é de alegria com essa volta dos festejos juninos, após dois anos sem poder aproveitar esse momento único. Aqui é um lugar de alegria, de prazer, de emoção. Quem quiser aproveitar o Nordeste, venha para Aracaju, ainda mais no São João, que é o mês inteiro de festa”, comenta Maria.

Dois anos sem comemoração pública, em virtude da pandemia, e dois anos de idade da pequena Jùlia, filha da paulista Cássia Barbosa, que vive há mais de 20 anos em Sergipe e pôde trazer sua primogênita para se encantar com seu primeiro festejo junino na capital. Ansiosa para entender o que estava acontecendo, Cássia fez questão de subir Júlia aos seus ombros, que tentava sincronizar com pequenos movimentos o espetáculo da quadrilha junina que via acontecer na Feira do Turista, na Orla de Atalaia.

“Estou amando tudo isso, pois adoro a cultura do Nordeste, de Sergipe, e hoje eu trouxe minha pequena, Júlia, pra aproveitar também. Eu sou de São Paulo, mas moro aqui há mais de 20 anos, então, me considero sergipana de coração. Antes de vir pra cá, hoje, ver a apresentação de quadrilha, eu dei uma olhada no Instagram, para ver o que tinha de programação na cidade, e essas festas que estão acontecendo em diferentes locais é muito bacana, principalmente para quem anda com criança como eu, daí consegue curtir também um pouquinho dessa cultura em lugares com menos aglomeração”, ressalta Cássia.

Confira a programação do Circular Junino

20 DE JUNHO (segunda-feira)

17h às 19h – PÉ QUENTE DO FORRÓ,  Marinete do Forró, Trio Pé de Serra e casal da quadrilha

Concentração: Arcos da Orla

Percurso: Lagos da Orla, Feira do Turista, Hotéis da Orla e Passarela do Caranguejo

21 DE JUNHO (terça-feira)

Mercado de Artesanato do Thales Ferraz

10h – Quadrilha Junina SÉCULO XX

Aeroporto Internacional de Aracaju – Santa Maria

10h30 – Recepção de casal da quadrilha junina CACIMBA NOVA

Terminal Rodoviário Gov. José Rollemberg Leite (Rodoviária Nova)

11h – Quadrilha Junina XODÓ DA VILA MIRIM

Orla da Atalaia

17h às 19h – IVANILDO DO ACORDEON

Marinete do Forró, Trio Pé de Serra e casal da quadrilha junina CACIMBA NOVA

Concentração: Arcos da Orla

Percurso: Lagos da Orla, Feira do Turista, Hotéis da Orla e Passarela do Caranguejo

22 DE JUNHO (quarta-feira)

Mercado de Artesanato do Thales Ferraz

10h – Quadrilha Junina SÉCULO XX

Aeroporto Internacional de Aracaju – Santa Maria

10h30 – Recepção de casal da quadrilha junina CACIMBA NOVA

Terminal Rodoviário Gov. José Rollemberg Leite (Rodoviária Nova)

11h – Quadrilha Junina XODÓ DA VILA

Orla da Atalaia

17h às 19h – SCURINHO ZABUMBADA

Marinete do Forró, Trio Pé de Serra e casal da quadrilha CACIMBA NOVA

Concentração: Arcos da Orla

Percurso: Lagos da Orla, Feira do Turista, Hotéis da Orla e Passarela do Caranguejo

19h – Feira do Turista: Quadrilha Junina UNIDOS EM ASA BRANCA

Foto Sérgio Silva

  Editoria: