Cheira a patifaria

Cheira a patifaria
junho 11 08:31 2019 Imprimir Conteúdo

Tudo leva a crer que tem muita coisa cabeluda nos diálogos dos membros da Operação Lava Jato a serem divulgados pelo site “The Intercept Brasil”. As primeiras conversas publicadas pelo portal caíram como uma bomba no Judiciário, no Ministério Público e no próprio governo Bolsonaro. Elas evidenciam influências do ex-juiz federal Sérgio Moro na Lava Jato e a antecipação de informações de Deltan Dallagnol ao ex-magistrado, transparecendo um esforço conjunto para condenar o ex-presidente Lula (PT) e tirá-lo da disputa presidencial. A oposição já alardeia que o ex-juiz se uniu aos promotores para aniquilar o Partido dos Trabalhadores e, por conseguinte, eleger o capitão Jair Bolsonaro (PSL), de quem Sérgio Moro é ministro da Justiça. Segundo o senador petista Rogério Carvalho, a Lava Jato “usou um oceano de convicções políticas num deserto de provas contra Lula”. Por mais que os envolvidos neste novo escândalo neguem, as gravações a serem divulgadas podem expor uma grande patifaria. Misericórdia!

Franco contra Franco

Sergipe está ficando pra trás no turismo. Quem pensa assim é Antônio Carlos Franco Sobrinho, presidente da seccional sergipana da Associação Brasileira Da Indústria de Hotéis. Segundo o moço, nos últimos 12 meses, o aeroporto de Aracaju registrou uma redução de 13% no número de passageiros e a ocupação dos horeis está em queda livre. As críticas atingem diretamente o secretário estadual de Turismo, Manoelito Franco, que vem a ser primo de Antônio Carlos Franco Sobrinho. Danôsse!

Devo não nego…

A depender da Justiça Eleitoral, o ex-governador Jackson Barreto (MDB) e o governador Belivaldo Chagas (PSD) terão que pagar a vista cerca de R$ 667 mil resultante da punição por terem tido rejeitadas suas contas eleitorais de 2014. Ao ser punido, JB e Chagas admitiram a dívida, porém fizeram um acordo para quitá-la em – pasmem – 41 anos. O Ministério Público protestou contra este parcelamento a perder de vista, tendo a Justiça Eleitoral concordado ser tempo demais para pagar uma ninhariazinha de pouco mais de meio milhão. Cruzes!

Novo chefe

O ex-tucano José Carlos Machado pode assumir o comando do DEM em Sergipe. Uma reunião marcada para amanhã, em Brasília, deve definir se Machadão assumirá a presidência do partido, visando organizá-lo para as eleições do próximo ano. A depender da senadora Maria do Carmo Alves, a legenda será entregue a Machado, um conhecido dos demistas desde o tempo em que o partido se chamava PFL. Ah, bom!

Troca de legenda

De olho nas eleições de 2020, o advogado Almeida Lima deixou o MDB. Ele promete anunciar, até o final desta semana, a legenda pela qual pretende disputar a Prefeitura de Aracaju. Tomara que Almeidinha não repita o papelão que fez em 2012, quando renunciou a candidatura a prefeito da capital em pleno debate da TV Sergipe. Homem, vôte!

Palmadas aprovadas

A grande maioria da população discorda do projeto de lei que proíbe a palmadinha nos filhos. Pesquisa Datafolha mostra que a maioria dos brasileiros já apanhou dos pais (72%) e já bateu nos filhos (58%). Disseram ser contra as novas regras 54%, enquanto 36% revelaram concordar com a mudança. O estudo também constatou que os meninos costumam apanhar mais e que as mães batem mais do que pais. Vixe!

Todos à greve geral

Mais de 10 sindicatos sergipanos já decidiram participar da greve geral convocada para a próxima sexta-feira. A paralisação visa protestar contra a famigerada reforma da Previdência, concebida para beneficiar os bancos e a elite brasileira. O movimento também vai condenar o exagerado corte da verba para as universidades federais e pedir a “cabeça” do ministro da Justiça, Sérgio Moro, acusado de ter agido na surdina para tirar o PT da disputa presidencial. Cruz, credo!

Nova cidadania

O ex-governador Jackson Barreto (MDB) é o mais novo cidadão simão-diense. A homenagem foi uma iniciativa do vereador Fábio Rabelo (MDB), em reconhecimento pelos serviços prestados por JB ao município. O Título de Cidadão será entregue nesta quarta-feira, dia em que Simão Dias completas 129 anos de emancipação política. O governador Belivaldo Chagas (PSD) já confirmou presença na homenagem a Jackson Barreto.

Chega de maus-tratos

E a deputada estadual Kity Lima (Cidadania) foi à Brasília levar seu apoio pessoal ao Projeto de Lei que eleva as penas para quem maltrata animais. A propositura estabelece que a punição para quem pratica maus-tratos, fere ou mutila animais, passará de três meses a um ano de detenção e multa, para um ano a quatro anos de reclusão (regime inicialmente fechado) e multa. De autoria do deputado federal Fred Costa (Patri-MG), o projeto rem recebido grande apoio popular. Legal!

Leve e solto

E quem ganhou a tão sonhada liberdade foi o prefeito afastado de Lagarto, Valmir Monteiro (PSC). Acusado de meter a mão grande nos recursos públicos, o gestor ficou enclausurado por mais de 100 dias no Presídio Militar. Mesmo solto, Valmir terá que comparecer mensalmente à Justiça para justificar as suas atividades, se recolher à residência no período noturno e não passar nem por perto da Prefeitura. Crendeuspai!

Recorte de jornal

Publicada no jornal Diário de Sergipe, em 3 de junho de 1958.

Resumo dos jornais

  Editoria: