Caso Genivaldo: Rogério acompanha diligência da CDH do Senado em Sergipe nesta segunda e terça-feira

Caso Genivaldo: Rogério acompanha diligência da CDH do Senado em Sergipe nesta segunda e terça-feira
junho 13 04:31 2022

 

Os senadores da Comissão de Direitos Humanos (CDH) realizam em Sergipe, nesta segunda e terça-feira, dias 13 e 14, diligência para apurar as circunstâncias da morte de Genivaldo de Jesus Santos, ocorrida no último dia 25, na cidade de Umbaúba, após uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O aposentado morreu asfixiado após ser trancado no porta-malas da viatura, onde foi atacado com spray de pimenta e gás lacrimogêneo, depois de ter sido agredido fisicamente. Três policiais rodoviários federais participaram da ação.

A convite da Comissão, o senador Rogério Carvalho (PT) acompanhará a diligência, que acontece na capital e em Umbaúba. A atividade acontece a partir de um requerimento de autoria do senador Humberto Costa (PT/PE). Na segunda-feira, primeira etapa da diligência, os trabalhos se concentrarão em Aracaju. A partir das 10 horas serão realizadas reuniões com a Polícia Federal, Ministério Público Federal, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. O objetivo é verificar os procedimentos investigatórios, inclusive os cuidados para preservação material das provas e aparatos apropriados para as devidas perícias. O grupo também se reunirá com a Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe e a Defensoria Pública da União.

Na terça-feira, a comitiva de senadores se desloca até a cidade de Umbaúba, indo até o local em que Genivaldo foi abordado e morto. Está prevista oitiva de eventuais testemunhas e visita à família da vítima, a fim de examinar condições de vulnerabilidades, inclusive no que se refere à segurança.

“Continuamos acompanhando esse caso e essa diligência vai nos dar um panorama de como andam as investigações. A morte de Genivaldo nos chocou pela crueldade, foi um caso que gerou comoção e repercutiu não só em Sergipe, mas em todo mundo. É preciso que seja dada uma resposta à sociedade e os responsáveis punidos”, disse o senador e pré-candidato ao governo de Sergipe Rogério Carvalho.

Junto com o senador Humberto Costa, Rogério Carvalho é um dos autores do projeto de lei 1388/2022, que prevê o pagamento de indenização no valor de R$ 1 milhão à viúva, Maria Fabiana dos Santos, por erro do Estado, sem que isso traga prejuízo a outros valores que venham a ser recebidos por ações contra a União. O PL também trata do pagamento de pensão especial vitalícia a viúva e uma pensão temporária ao filho, no valor de R$ 1.212, cada, que devem ser reajustadas pelo índice adotado para as demais pensões do Tesouro Nacional.

Foto assessoria

Por Edjane Oliveira

  Editoria: