Capitão Samuel questiona decisões do STF e do STJ sobre segurança

Capitão Samuel questiona decisões do STF e do STJ sobre segurança
maio 25 13:58 2022

 

O deputado Capitão Samuel (PP) subiu à tribuna, nesta quarta-feira, 25, para questionar decisões tomadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre a atuação das polícias em todo o país.

Ele citou um caso ocorrido no Rio de Janeiro, quando um menino de dez anos de idade morreu após ser baleado durante uma ação em uma favela. O parlamentar falou que, em casos como este, a polícia não pode ficar fora, porque lá tem cidadãos que pagam seus impostos e que precisam que o Estado chegue para dar segurança.

“Por uma decisão do ministro Luiz Edson Fachin para que durante a pandemia a polícia não fizesse operações nas favelas do Rio de Janeiro. Isso dificulta muito o trabalho da prevenção e o trabalho da Polícia Civil e Militar”, afirmou.

Capitão ainda disse esta decisão foi baseada em uma fake news de que a criança teria sido atingida por 70 tiros durante a operação. Ele também mencionou determinação do ministro do STJ, Rogerio Schietti Cruz, que aponta como abuso de autoridade a ação de abordar pessoas sem a certeza de que algum crime esteja sendo cometido.

“Eu entendo que nós precisamos combater a discriminação, que é um país que precisa de igualdade, mas não podemos simplesmente tomar uma decisão como essa e ficar sem a reação devida da sociedade porque todos nós vamos pagar”, afirmou.

As declarações ocorreram durante o pequeno expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa de Sergipe.

Foto: Jadilson Simões

Por Wênia Bandeira

  Editoria: