Campanha silenciosa

setembro 14 07:57 2018 Imprimir Conteúdo

Pode-se dizer que esta é a campanha eleitoral mais silenciosa já vista em Sergipe. A proibição da circulação indiscriminada dos barulhentos carros de som é a principal responsável por este clima de calmaria. Também contribuem para isso a falta de dinheiro para custear o material de campanha e pagar quem distribui “santinhos” e segura bandeiras nos cruzamentos. Além disso, o pouco tempo de campanha – apenas 45 dias – impede que a maioria dos candidatos visite todos os municípios e promova as barulhentas carreatas animadas pelos carros de som. O resultado deste silêncio é a incerteza sobre quais concorrentes serão eleitos. A previsão é de muitas surpresas, principalmente na disputa para a Câmara Federal e a Assembleia Legislativa, mas aí já é assunto para outro comentário.

Quase preso

O candidato a deputado federal Manoel Sukita (PTC) está a um passo da penitenciária. Acusado de corrupção eleitoral, o moço teve a condenação a 13,9 anos de reclusão confirmada pelo Tribunal Regional Eleitoral. Ontem mesmo, o TRE encaminhou ofício à 5ª Zona Eleitoral para a imediata execução provisória da pena. Ainda cabe recurso, porém Sukita fará isso engaiolado. Crendeuspai!

Governo velhaco

O governo de Sergipe confessa dever 11 meses de aluguel do imóvel onde funciona o Instituto de Identificação. O débito já chega a exagerados R$ 672 mil. O dono do prédio moveu uma ação de despejo, porém a Justiça negou. O governo informa que está mexendo os pauzinhos para pagar a dívida, mas não diz quando fará isso. Vai ser velhaco assim no raio que o parta!

Dois pesos

Qual a explicação da Polícia para não ter apresentado à imprensa o radialista George Magalhães, acusado de estupro e preso por coagir testemunhas? Ao esconder o comunicador dos holofotes, a Polícia Civil foge à sua famigerada regra de exibir com estardalhaço pessoas do povo suspeitas de praticarem crimes. Só Jesus na causa!

Luto

Vítima de câncer no estômago, morreu ontem, Maria Ruth Wynne Cardoso, a “Tia Ruth”, 89 anos. Ela era fundadora e presidente de honra da Associação dos Voluntários a Serviço da Oncologia em Sergipe (Avosos). O corpo seguiu hoje cedo para Salvador, onde será cremado. Descanse em paz, amiga!

Votos no presídio

Em Sergipe, 85 presos provisórios poderão votar nas próximas eleições. Para tanto, a Justiça Eleitoral instalará urnas nas penitenciárias de Areia Branca e Glória. O direito ao voto é garantido a quem está preso aguardando julgamento. Será que algum candidato se aventura em visitar os dois presídios para cabalar estes 85 votinhos. Homem, vôte!

Engana os bobos

Um dia essa coisa muda,

E o candidato no jeito

Aprende a enganar o povo,

Diz no discurso perfeito,

Pretender sim, se eleger,

Mas só querendo fazer

Seu pé-de-meia bem feito.

Os versos acima são do cordelista Adriano Santori.

Mais falante

Eliane Aquino (PT) é a mais falante entre todos os candidatos a vice-governador. Ela tem aparecido em todos os programas eleitorais de Belivaldo Chagas (PSD), geralmente apresentando propostas para a área social. Por que será que os demais candidatos a governador também não abrem espaços nos programas eleitorais no rádio e na TV para seus parceiros de chapa? Marminino!

Viola de boca

Dependesse apenas das promessas dos candidatos a governador e senador, a construção do Canal de Xingó seria favas contadas. Concorrente ao Senado, o petista Rogério Carvalho está entre os que incluíram o empreendimento nos discursos de campanha: “No Senado eu vou ser a voz em defesa dessa obra”, promete. Aqui pra nós, não acreditem nesse lero-lero dos políticos, pois além de muito caro, o Canal de Xingó nunca foi prioridade do governo federal. Cala-te boca!

Pastorando o gado

À boca miúda, políticos têm se queixado dos adversários que tentam invadir seus redutos eleitorais. Ao mesmo tempo, ameaçam estourar os ‘currais’ dos invasores se a grilagem persistir. Pelo andar da carruagem, até o dia das eleições os políticos que insistem em fazer clientelismo terão muito trabalho para evitar o ‘estouro da boiada’. Misericórdia!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Nordeste, em 21 de junho de 1950.

Resumo dos Jornais

  Editoria: