Campanha Nacional da Voz 2022 terá palestra gratuita e aberta ao público em Aracaju

abril 11 11:35 2022

_Evento acontecerá na segunda-feira (18/04) às 18h30 no Centro Médico Jouberto Uchôa – Avenida Mario Jorge Menezes Vieira, na capital. _

Aracaju receberá evento que faz parte da programação da Campanha Nacional da Voz 2022 na próxima segunda-feira (18/04), o circuito de palestras gratuitas e abertas ao público conta com os temas: “Doutor, minha voz está rouca! O que pode ser?” com o palestrante Dr. Daniel d’Avila – Otorrinolaringologista, “O papel da Fonoaudiologia na prevenção e no tratamento de distúrbios de voz” – com o Fonoaudiólogo Rafael Taveira, “Principais passos para se obter as melhores performances vocais no Canto” – com o Vocal Coach Rick Gomes. O evento coordenado por Dr. Daniel d’Avila, Diretor Tesoureiro da Academia Brasileira de Laringologia e Voz (ABLV), acontecerá às 18h30 no Centro Médico Jouberto Uchôa – Avenida Mario Jorge Menezes Vieira, 2375 – Coroa do Meio, Aracaju, Sergipe.

A Campanha

Dia 16 de Abril é o Dia Mundial da Voz: uma ideia brasileira que conquistou o mundo. Essa campanha é realizada pela ABLV e é a mais tradicional da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF). Em Aracaju, a programação se estende até o dia 18/04.

Tema da Campanha 2022

Com o slogan “Você em alto e bom som”, a ação tem o objetivo de exaltar a voz como o principal instrumento de comunicação do ser humano. Com ela, é possível expressar a opinião, os sentimentos, construir relacionamentos e exercer toda a liberdade, de dizer para o mundo, quem você é e como pensa. Mas é preciso estar atento aos sinais que a voz emite sobre a saúde.

O objetivo da Campanha é levar informações ao público, sobre os cuidados com a saúde vocal, prevenir doenças e alertar para a importância do diagnóstico precoce para o câncer de laringe. Quando diagnosticado precocemente, as chances de cura são enormes.

O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que, para cada ano do triênio 2020/2022, sejam diagnosticados no Brasil, 7.650 novos casos de câncer de laringe (6.470 em homens e 1.180 em mulheres). A pandemia fez com que várias pessoas deixassem de procurar atendimento médico, agravando problemas vocais pré-existentes, postergando diagnóstico e retardando o tratamento. O foco é alertar sobre o câncer de laringe, que pode ter como primeiro sintoma a rouquidão. Atendimentos suspensos e medo dos pacientes de irem ao médico têm reduzido muito o diagnóstico do câncer de laringe, que quando descoberto em estágio mais precoce tem maior chance de cura, com preservação da voz e da respiração. Se o indivíduo apresentar dor na garganta que não melhora, rouquidão ou falhas na voz por mais de 15 dias, tosse, dor ou dificuldade para engolir, é preciso procurar atendimento médico. Toda rouquidão persistente precisa de um diagnóstico médico.

Mais informações sobre a Campanha estão sendo divulgadas nas redes sociais, Instagram: @cuidedasuavoz e no Facebook Campanha da Voz.

Em Aracaju, o evento é uma realização da ABLV e tem o apoio do Decós Day Hospital, Centro Médico Jouberto Uchôa, Otocenter, Otomais, Sala Verde Vocal Coaching e Associação Sergipana de Otorrinolaringologia.

Por: Rodrigo Alves, Jornalista e Assessor de Imprensa com informações da Academia Brasileira de Laringologia e Voz e do INCA.

  Editoria: