Cabo Amintas pede apoio de vereadores para  a regulamentação do serviço de mototaxistas

Cabo Amintas pede apoio de vereadores para  a regulamentação do serviço de mototaxistas
março 13 13:18 2019 Imprimir Conteúdo

Na manhã desta quarta-feira, 13, o vereador Cabo Amintas (PTB) utilizou a Tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) para detalhar sua iniciativa de legislar o serviço de mototáxi na capital sergipana.

Amintas iniciou sua fala no Pequeno Expediente esclarecendo o impedimento que sua iniciativa sofre por causa do teor existente, que é de função do Poder Executivo.

“No dia de ontem nós apresentamos um projeto de lei para regulamentar a situação dos mototaxistas da nossa cidade. Conversando com alguns colegas mais experientes, como o vereador Anderson de Tuca (PRTB), fui informado de que esse projeto teria que vir do Executivo. A minha assessoria jurídica já havia me alertado em relação a isso, então já solicitei para que o projeto se transforme numa indicação e seja anexado ao que já estava pronto”, afirmou.

Amintas também citou a conversa que teve com o representante do Sindicato dos Trabalhadores em Táxis de Sergipe (Sintax), Airton dos Santos, que repassou a preocupação dos taxistas com a regulamentação dos profissionais motociclistas.

“Ontem, inclusive, numa emissora de rádio, o representante dos taxistas, senhor Airton, nos questionou sobre o projeto e nós explicamos na medida do possível. Ele também perguntou se eu poderia esclarecer a ideia da indicação e eu disse que iria. A intenção não é prejudicar nenhuma categoria, pelo contrário, é dar o direito de que as pessoas em Aracaju decidam como querem se locomover. Se preferem ir de mototáxi, de aplicativo, de táxi ou até mesmo naqueles ônibus apertados que custam uma fortuna. As pessoas é que vão decidir! Nosso mandato não tem interesse de prejudicar categoria nenhuma, até porque tenho amigos taxistas, amigos que trabalham em todas as áreas do transporte público. Mas uma coisa é certa: temos que regularizar”, disse.

E acrescentou “os mototaxistas já estão inclusos na cultura aracajuana, não tem como evitar isso. O que a gente quer é que esses pais de família, que estão lutando pelo pão de cada dia, trabalhem na legalidade. Eu espero que os colegas sejam sensíveis a isso”.

O parlamentar ainda citou o código de trânsito e questionou o motivo de cidades da Grande Aracaju regularizarem os mototaxistas enquanto a capital não.

“Queremos esses profissionais na legalidade, não à margem da sociedade. O próprio código de trânsito já reconhece isso. Se nós buscarmos na lei, podemos ver! A gente se pergunta: ‘por que a cidade de Socorro e São Cristóvão já legalizaram os mototaxis e aqui não acontece essa situação?’. Aliás, será que isso não acontece porque o Setransp só patrocina o Réveillon de Aracaju? Será que é porque existe patrocínio de campanhas por parte dos empresários das empresas de ônibus? Nós temos que pensar nos trabalhadores que estão de sol a sol em cima de uma moto”, declarou.

Por fim, Amintas reafirmou sua confiança no apoio dos colegas da Casa Legislativa com o propósito de alcançar o objetivo inicial: a legalização dos mototaxistas.

“Tenho certeza que o senhores [vereadores] vão assinar essa indicação comigo, nós vamos levar até o prefeito, e ele vai dizer sim! É uma promessa dele! E faço questão de mostrar, na próxima sessão, o vídeo dele dizendo que iria legalizar. Se é mais uma mentira de Edvaldo, nós vamos descobrir em breve”, concluiu.

Fonte: Assessoria de imprensa do parlamentar.

  Editoria: