Caase mobiliza advogados para entrega de donativos a Lar de Idosos

Caase mobiliza advogados para entrega de donativos a Lar de Idosos
junho 15 09:29 2022

 

Foram arrecadados alimentos, fraldas geriátricas, materiais de higiene pessoal e até uma cadeira de rodas. Tudo foi entregue ao Lar de Idosos Nossa Senhora da Conceição, em Aracaju, em uma grande festa que contou também com distribuição de lanches doados pelo Buffet Viviane Meneses, e a apresentação do Coral Advocanto. “A escolha do Same foi justamente por causa da grande necessidade da instituição. Em decorrência da pandemia, houve uma queda no volume de doações e decidimos ajudar”, explica Manuel Ilson da Silva, presidente da Comissão Sênior da Caase. A vice-presidente da Comissão, Gloria Roberta, reforçou as palavras, destacando o empenho dos advogados. “Vestimos a camisa, arrecadamos esse volume de materiais, numa verdadeira demonstração de amor”, comemorou.

A festa e a campanha foram organizadas pela Caixa de Assistência dos Advogados de Sergipe (Caase), em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Sergipe, que juntos vem realizando uma série de ações sociais no estado, como mutirões de doação de sangue e arrecadação de donativos. “Nós temos este papel social muito grande e essa iniciativa de fazer um São João aqui no asilo, com tantas contribuições feitas pelos próprios advogados, familiares e parceiros, mostra o quanto é importante a gente se mobilizar em trabalhos sociais”, pontou Létícia Mothé, vice-presidente da OAB/SE.

O Lar de Idosos Nossa Senhora da Conceição funciona há 73 anos, no bairro Industrial, em Aracaju. A instituição, que depende exclusivamente de doações, atende a 60 idosos, sendo 43 mulheres e 15 homens. O diretor-presidente do Lar, Antonio Costa Almeida, comemorou o resultado da campanha realizada pelos advogados. “É sempre motivo de alegria para nós aqui do lar, quando um evento como este, além de trazer donativos, realiza essa confraternização para animar os idosos. O donativo é importância, mas o acolhimento e carinho não podem faltar”, concluiu. “As institições têm passado por grandes privações pós pandemia, os recursos estão cada vez mais ínfimo e essas atividades trazem a música, o lazer o carinho que tanto essas pessoas precisam. E esse trabalho social é muito importante que a Caase tem feito com os advogados e toda a sociedade”, explica Anair Viana assistente social da Caase.

Foto assessoria

Por Valéria Santana

  Editoria: