Byron pede ajuda para a APAE e cobra explicação sobre atual situação da instituição

abril 20 07:20 2022

 

As notícias da intervenção sofrida pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE/SE), veiculadas pelos noticiários nos últimos dias, chamou a atenção do vereador por Aracaju, Sargento Byron (Republicanos), fundador do Projeto Estrelas do Mar, que usou o Grande Expediente da Sessão Ordinária desta terça-feira, 19, para chamar a atenção da Câmara Municipal para a situação, considerada pelo parlamentar, como uma das consequências da crise que se fortaleceu com a pandemia.

Em sua fala, Byron reconheceu a importância da atuação da APAE, que funciona como um grande apoio na prestação de serviços voltados à reabilitação das pessoas com deficiência de Aracaju. “A APAE tem um convênio importantíssimo com a Secretaria Municipal de Saúde. São mais de 400 famílias atendidas. Imaginem o fechamento dessa instituição. O impacto será muito grande para a saúde do Município. Os poderes e toda a população precisa refletir sobre a relevância da prestação desses serviços à comunidade. Peço, encarecidamente, uma reflexão geral de toda a sociedade e apoio. Apoio para que a APAE volte a funcionar em sua normalidade, para que os funcionários recebam seus salários em dia, para que os assistidos não fiquem sem os serviços ofertados”, apelou.

Em seu discurso, o vereador destacou o legado da instituição. “Não podemos deixar que morra, que feche suas portas. São mais de 50 anos em nossa cidade prestando um serviço lindo, com pessoas que amam a filantropia, que dedicam suas vidas a cuidar de pessoas com deficiência, com pessoas em situação de vulnerabilidade. A APAE pede socorro e, nós, precisamos ajudá-la”, ressaltou.

O vereador também foi incisivo ao cobrar respostas da administração da instituição. “Sabemos que a situação estava delicada devido às dificuldades financeiras, mas precisamos de respostas sobre a atuação da gestão. Os funcionários precisam entender o porquê tinha profissional sem receber há cerca de 1 ano. Precisamos dessas respostas e soluções”.

Ajuda através da Destinar

O parlamentar lembrou que existe uma campanha de arrecadação de recursos aberta, a Destinar, que orienta a população sergipana de como pode destinar recursos para os fundos municipais da Criança, Adolescente e Idoso e, consequentemente, ajudar essas instituições, uma vez que os recursos são destinados às entidades não governamentais através de abertura de editais de financiamento de projetos. “Até o dia 30 de maio o cidadão pode declarar seu imposto de renda e, consequentemente, fazer essa destinação. Reforço que é totalmente gratuito. Quem faz essa destinação está ajudando a melhorar e até mesmo a salvar vidas”, reforçou o sargento.

Por Pábulo Henrique

Foto: Gilton Rosas

  Editoria: