Briga de foice pela vice

Briga de foice pela vice
dezembro 26 08:09 2019 Imprimir Conteúdo

Candidato à reeleição, prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), vai precisar de muito verbo e jogo de cintura para manter a coligação partidária que lhe apoia. Interessados na posição de vaga de vice ao lado do comunista, os aliados travam nos bastidores uma verdadeira briga de foice. Alguns petistas mais agoniados falam pelos cotovelos e ameaçam apresentar candidato próprio à Prefeitura. Na verdade, o PT quer mesmo é ser atendido em suas exigências eleitorais. O prefeito tem consciência que, no fundo, todos pretendem puxar a brasa para suas sardinhas, porém sabe que não tem como agradar a todos. Diante disso, Edvaldo terá de pisar em ovos para não provocar o estouro da boiada. Experiente, Nogueira deve cozinhar o galo até a hora H, quando tenta montar um time coeso e forte para o enfrentamento eleitoral que se avizinha. Ôxe!

Já era

Os servidores estaduais tentam, nesta quinta-feira, impedir a aprovação da famigerada reforma da Previdência estadual. O protesto é válido, porém, dificilmente alcançará êxito, diante do apoio quase integral dos deputados ao projeto. O discurso do governo para obter a simpatia dos parlamentares é que a tal reforma resolverá todos os problemas de caixa do estado, devendo Sergipe se transformar num paraíso aqui na terra. Aguardemos, portanto!

Políticos ladrões

Com raras exceções, os políticos brasileiros não passam de um bando de ladrões. Dia sim outro também, a Polícia Federal começa o expediente prendendo gestores públicos e parlamentares, todos flagrados metendo a mão grande nas verbas da educação, saúde, segurança, etcétera e tal. Enquanto isso, os cidadãos honestos se questionam onde o Brasil vai parar com tantos ladrões de colarinho branco? Só Jesus na causa

Bem na fita

E quem anda sorrindo de orelha a orelha é o ex-prefeito de Socorro, Zé Franco (sem partido). Tudo porque pesquisa do Instituto Padrão o colocada com 27,6% das preferências do eleitorado, bem acima do deputado federal Fábio Henrique (PDT), que aparece com 19,3%. Pior situação é a do prefeito Padre Inaldo (Progressista), que ficou na 4ª posição com 12%. O deputado estadual Samuel Carvalho (Cidadania) tem 17,5%, Eliane obteve 2,6% e Cleverton Siqueira 1,4%. Pela pesquisa feita este mês, mesmo que Zé Franco não dispute as eleições, a maior chance será daquele candidato que tiver o seu apoio político. Vixe!

PT rachado

Não chamem para a mesma confraternização a turma da tendência petista Articulação de Esquerda e a direção estadual do PT. Pois pode sair empurrões! Segundo a galera da AE, o partido só tem uma saída possível: desembarcar rapidinho do governo Belivaldo Chagas (PSD). Os petistas mais radicais criticam a agenda neoliberal do pessedista que, “além dos ataques à classe trabalhadora, coloca em curso as privatizações do Banese e da Deso”. A Articulação de Esquerda também não economiza nas críticas à vice-governadora Eliane Aquino (PT). Crendeuspai!

Perde para o mar

Sem chuvas e com menos água no leito, o Rio São Francisco está sendo empurrado pela maré nos pontos onde encontra o Atlântico. É na foz do Velho Chico, entre Brejo Grande (SE) e Piaçabuçu (AL), que o fenômeno pode ser percebido com mais intensidade. Segundo pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas, se a vazão do São Francisco permanecer como está, a situação será cada vez pior, tanto do ponto vista humano quanto ambiental. Homem, vôte!

Boa ideia esquecida

Quando era deputado estadual, o prefeito de Estância, Gilson Andrade (PTC), defendeu a implantação de um campus federal de engenharia naquele município. Lamentavelmente, a bandeira de Gilson não foi erguida por nenhum outro político com mandato, embora Estância responda por mais de 70% das exportações de Sergipe. Portanto, o campus defendido pelo prefeito seria fundamental na formação da mão de obra especializada para o polo industrial estanciano.

Lavou as mãos

Alegando falta de recursos, a Prefeitura de Aracaju não vai mover uma palha para impedir que o bairro Treze de Julho continue sendo inundado pelas marés altas. A alegação é que falta dinheiro para projetar uma obra visando conter as águas, que ficaram mais volumosas depois do criminoso aterro feito pela Prefeitura em parte do rio Sergipe. Aff Maria!

Farinha pouca…

Para a maioria dos políticos, primeiro tem que ser o pirão deles. Para o povo, só se sobrar farinha. Quer um exemplo? Boa parte dos deputados federais se aposentará com vencimentos de até R$ 33.763. Para se ter uma ideia, dos 513 parlamentares, 175 optaram pelo Plano de Seguridade Social dos Congressistas. De Sergipe, fizeram opção pela gorda aposentadoria os deputados João Daniel (PT), Bosco Costa (Pros) e Fábio Mitidieri (PSD). Marminino!

Tapa na macaca

Diante da forte escassez de Cannabis sativa na praça sergipana, é provável que a próxima Marcha da Maconha de Aracaju seja de “cara limpa”. Segundo a galera da fumaça, a repressão policial ao tráfico de drogas é responsável pelo sumiço do “bagulho”. Para desespero dos malucos belezas, um finório de maconha prensada está sendo vendido até por R$ 10 e isso quando aparece. Cruz cedo!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Tribuna, em 4 de maio de 1933.

  Editoria: