Bombeiros recebem homenagem no 12º Cortejo de Santa Bárbara

Bombeiros recebem homenagem no 12º Cortejo de Santa Bárbara
dezembro 04 14:58 2019 Imprimir Conteúdo

O cortejo celebra o dia da Santa que dá nome ao evento e que é considerada a padroeira dos bombeiros e dos mercados

O Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBMSE), foi homenageado nesta quarta-feira (04), durante mais uma edição do Cortejo de Santa Bárbara, realizado pela Associação Luz do Oriente, em celebração ao dia da Santa que dá nome ao evento e que é considerada a padroeira dos bombeiros e dos mercados. O Cortejo de Santa Bárbara é uma manifestação cultural e religiosa, realizada anualmente, e que já está sua 12ª edição.

Um caminhão de combate a incêndio conduziu a imagem de Santa Bárbara rodeada de flores, acompanhando o cortejo religioso desde o Bairro Industrial até o Quartel do Comando Geral do CBMSE, na Rua Siriri, Centro de Aracaju/SE.

O sgt Fernandes, agradeceu à homenagem e ressaltou a necessidade do respeito a todas as religiões. “É uma alegria receber as bênçãos dos Orixás e de Santa Bárbara, que é considerada a padroeira dos Bombeiros. Isso reforça em mim a percepção de que somos queridos e respeitados enquanto instituição e pela nobre atividade que desempenhamos. Gostaria de agradecer a todos os filhos de santo que vem até aqui trazer boas energias e dizer que sob o nosso lema “Vidas Alheias e Riquezas Salvar”, lema onde não cabe nenhum tipo de preconceito, que todos sintam-se abraçados e respeitados. ” finaliza o sargento.

A homenagem, acompanhada por adeptos do candomblé e da umbanda, contou com uma apresentação de dança e música no pátio do quartel para reverenciar Iansã/Oyá, orixá das religiões de matriz africana sincretizada com Santa Bárbara, do catolicismo, e finalizando com a distribuição de acarajés e carurus em frente ao quartel dos bombeiros.

A iyalorixá Rita Tassitaô, presidente da Associação, reforçou o papel do evento no combate à intolerância religiosa e para desmistificar o preconceito e discriminação que ainda existe em torno das religiões afro-brasileiras. Soltamos uma pomba branca, pedindo paz, amor e respeito entre as religiões. Esta pomba representa um pedido de fim à intolerância religiosa. Que Santa Barbara proteja a todos nós”, disse a iyalorixá.

Fonte: CBM/SE

  Editoria: