Belivaldo: não tenho a intenção de prejudicar quem foi aprovado

Belivaldo: não tenho a intenção de prejudicar quem foi aprovado
agosto 09 05:42 2018 Imprimir Conteúdo

Belivaldo discute sobre política com internautas e destaca o papel que Eliane Aquino terá em seu governo

Governador do Estado e candidato à reeleição, Belivaldo Chagas comandou nesta quarta-feira (8) mais um #tamojuntosergipe, uma conversa informal transmitida ao vivo em sua página no facebook na qual responde perguntas enviadas pelos expectadores.

“Eu não fui um vice-governador decorativo no governo Marcelo Déda nem tampouco no governo Jackson Barreto, então por que Eliane seria uma vice decorativa em meu governo? Jamais! Ela estará ao meu lado, o tempo todo, trabalhando e decidindo junto comigo, e terá um papel extremamente importante na área social, principalmente no que se refere à inclusão e à assistência social, áreas que ela domina e nas quais vai poder contribuir muito em nossa gestão”, disse, enfático, o governador Belivaldo quando questionado sobre a atuação de Eliane Aquino (PT) em seu governo.

Belivaldo afirmou que o nome de Eliane Aquino para compor com candidata a vice sua chapa à reeleição reafirma a importância da representação feminina e ressaltou que as mulheres terão ampla representação em seu governo. “Foi uma decisão suprapartidária de todo agrupamento governista a escolha do nome de Eliane. Ela é candidata à vice pelo que representa enquanto cidadã, pela capacidade de trabalho que tem, pela contribuição significativa que poderá dar ao nosso governo, não por ser a viúva de Marcelo Déda, como ela mesma já tratou de esclarecer”, destacou o governador de Sergipe.

Experiência

Questionado quanto à sua experiência administrativa, o governador afirmou que o fato de ter sido vice-governador por dois mandatos, ter sido secretário de Estado, presidente do Diário Oficial e do Projeto Nordeste, contribuiu muito para que adquirisse experiência no executivo.

“Essa experiência que adquiri ao longo dos anos me ajuda e muito a governar quando nos deparamos com problemas de ordem administrativa em um momento difícil como este pelo qual estamos passando. A crise fez com que nós tivéssemos que ter criatividade para gerir o governo, e criatividade tem os que possuem experiência. Não é com varinha de condão que se governa é com experiência”, disse Belivaldo, ao creditar boa parte da experiência adquirida, ao convívio que teve com o saudoso Marcelo Déda, com quem trabalhou por anos.

Hospital do Câncer

Ao responder a uma pergunta sobre o Hospital do Câncer, Belivaldo destacou que o governo está elaborando um novo projeto, no qual a unidade hospitalar de oncologia funcionará como complemento às ações de atendimento oncológico ofertadas pelo Huse (Hospital de Urgências de Sergiepe). “Para construir o hospital como estava projetado, o governo iria investir em torno de 100 milhões de reais, outros 60 ou 70 milhões para equipar e teria um custo diário de 1 milhão de reais para manter o hospital em funcionamento. Vamos otimizar os nossos recursos, vamos integrar os serviços para que possamos melhor atender a nossa população”

Concurso da PM

Belivaldo fez questão de tranquilizar os candidatos à soldado da Polícia Militar que participaram de concurso no último mês de junho para ingresso na corporação. O governador disse que não irá compactuar com fraude “em hipótese alguma”.

“Estamos acompanhando, por meio da Procuradoria-Geral do Estado e da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão o andamento do inquérito que foi instaurado para apurar se houver irregularidade no concurso. Se chegarmos à conclusão de que houve contaminação mando anular de imediato o concurso e faremos outro. Mas, se ficar provado que não foi afetada a lisura do processo, não tenho a intenção de prejudicar quem foi aprovado. Não vou agir para prejudicar ninguém”, assegurou o candidato à reeleição.

Da assessoria

Foto: Marcos Rodrigues

  Editoria: