Belivaldo determina reforço nas ações por atendimento pediátrico

junho 09 05:48 2022

 

Governador determinou reforço de diversas frentes de trabalho para melhor assistência às crianças

Com a alta procura por atendimento pediátrico, os serviços de saúde do Estado estão mobilizados para o aumento da demanda. Nesta quarta-feira (08), em visita ao Hospital da Criança Dr. José Machado de Souza, o governador Belivaldo Chagas determinou reforço de diversas frentes de trabalho buscando melhor assistência à criança, além de mapeamento dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Na reunião com a secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa, e com gestores do Hospital da Criança e do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), o governador pontuou a necessidade de qualificar ainda mais os atendimentos pediátricos. “Toda a rede tem vivenciado esse cenário de aumento de infecções respiratórias e casos graves em crianças. Não vamos medir esforços. É importante haver também colaboração dos municípios, de toda a rede de saúde, para o atendimento as crianças”, pontuou Belivaldo.

O Hospital da Criança, referência na Rede de Atenção à Saúde da Criança em Sergipe, vem registrando aumento considerável na procura por atendimento, sobretudo, por conta do período de sazonalidade para doenças virais e síndromes respiratórias. No início deste ano, em fevereiro, foram assistidos 2.506 pacientes. No último mês de maio houve um salto no atendimento, quando 4.287 crianças buscaram a unidade hospitalar. A maioria destas solicitações são advindas, principalmente, dos municípios que compõem a Grande Aracaju: Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros.

Diante do momento sazonal, com casos de doenças respiratórias, desde o início deste ano, há um trabalho dedicado na Secretaria de Estado da Saúde à ampliação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), com previsão de abertura de mais leitos pediátricos no Huse e no Hospital Santa Isabel. Além disso, tem se buscado a implantação de uma Unidade de Cuidados intermediários destinada a pacientes crônicos, também no Santa Isabel, que possibilitará maior fluxo de rotatividade dos pacientes da UTI, aumentando a oferta de leitos pediátricos.

Foto SES

  Editoria: