Banda Skank faz show em Aracaju nesta sexta-feira

Banda Skank faz show em Aracaju nesta sexta-feira
abril 26 10:42 2019 Imprimir Conteúdo

Uma das bandas mais importantes do cenário nacional, o Skank, está na estrada e segue percorrendo todo o Brasil com a turnê de seu mais recente projeto “Os Três Primeiros – Ao Vivo”, realização da Live Nation e Multi Entretenimento. A tour da banda começa por Aracaju. Será nesta sexta-feira, no Espaço EMES. Os ingressos estão sendo vendidos pela Central do Ticket, localizada na rua Delmiro Gouvêia, 400, bairro Coroa do Meio.

O show celebra a sólida carreira e traz no repertório sucessos dos três primeiros álbuns da banda e algumas das músicas mais representativas do Skank nesse período. Entre as canções que farão parte do show, estão "Tanto", "Jackie Tequila", "Partida de Futebol", "Garota Nacional", "Tão Seu", "Pacato Cidadão", "O Homem que Sabia Demais", "Baixada News", "Sem Terra", "Eu Disse a Ela" e "Te Ver".

Os ingressos, que podem ser parcelados em até cinco vezes para clientes Cartão Elo e em três vezes para os demais cartões, já estão à disposição do público na internet ( www.ingressorapido.com.br ) e nas bilheterias oficiais (sem taxa de conveniência). Os ingressos de pista custam R$ 50,00 (meia-entrada), R$ 100,00 (inteira); Front stage R$ 90,00 (meia-entrada) e R$ 180 (inteira). Para o Mezanino, com mesas de quatro, seis e 10 lugares, o ingresso individual (inteira) custa R$ 180,00.

A ideia do projeto surgiu durante os shows comemorativos aos 20 anos do Samba Poconé, a partir dos pedidos de canções do repertório também dos dois primeiros discos (Skank/1993 e Calango/1994). Além disso, nos anos 90, a banda não teve nenhum álbum ao vivo.

O primeiro disco foi lançado em 1992, de forma independente. Em fevereiro de 1993, depois de contratada pela Sony, a banda remixou o álbum, que vendeu 250 mil cópias. “Calango”, lançado em 1994, é o álbum em que o Skank mais se mostrou influenciado pelo dancehall jamaicano. Vendeu ao todo 1,2 milhões de cópias. Já “Samba Poconé” é o álbum mais vendido da banda e o primeiro da carreira do grupo a receber um cuidadoso lançamento no exterior. Ele foi lançado em 1996 e, ao todo, foram vendidas 1,8 milhões de cópias.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: