Banco de Leite Humano Marly Sarney quer aumentar doações

janeiro 07 14:14 2021 Imprimir Conteúdo

O Banco de Leite Humano Marly Sarney, vinculado à Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, apoia, orienta as mães e promove a captação do alimento para suprir as necessidades da Maternidade. Por mês, nascem vivas uma média de 420 crianças na unidade, sendo 40% delas prematuras. A meta do Banco é ofertar 8 litros de leite por dia, segundo a gerente da unidade, Magda Dórea.

De acordo com Magda, é preciso dobrar o número de mães doadoras e de leite pasteurizado.  Atualmente a unidade entrega quatro litros por dia. “O processo de pasteurização acontece três vezes por semana. Atualmente, 100% das crianças nascidas com menos de 1,5 Kg recebem diariamente o leite humano pasteurizado. O Banco de Leite Marly Sarney busca oferecer um ambiente acolhedor, confortável e, sobretudo, humanizado, garantindo o alimento para todos bebês internados no complexo neonatal”, alertou.

“Quando o leite chega congelado, nós fazemos uma análise física do alimento, ou seja, observamos a cor, sujidade e cheiro. E na última etapa fazemos o exame da acidez. Há um parâmetro que a Rede Nacional de Banco de Leite determinou e, dependendo disso, temos como saber se o leite está próprio para o consumo ou não. Depois vamos fazer a classificação, de acordo com a idade gestacional e a data do parto desse bebê. Vamos classificar como colostro, leite maduro, leite hipercalórico, hipercalórico”, explicou Magda.

Ela ressaltou que a condição clínica do bebê vai determinar o que o médico vai prescrever, o tipo de leite compatível com o bebê. “Para garantir a doação de leite, assegurando o estoque, é necessário fortalecer o sistema imunológico do recém-nascido e isso só se consegue com o leite humano. A gerente esclarece que o alimento coletado pela mãe é transportado por funcionários do serviço, que se orientam por regiões (bairros próximos). “Esse leite é acondicionado em caixas isotérmicas, contendo gelo reciclável, com termômetro de máxima e de mínima temperatura, sendo levado o mais rápido possível para o banco”, atenta Magda.

O Banco de Leite Marly Sarne contabilizou, de janeiro a dezembro de 2020, 998 litros coletados, sendo essa uma média de 91 litros mês, com um total de 998 doadoras, beneficiando 1.548 bebês, com uma média de 141 bebês ao mês. “A Rede Nacional do Banco de Leite juntamente a Rede Sergipana cumpre todas as diretrizes de segurança de vigilância sanitária, segurança da Fiocruz, inclusive exigindo que para a mãe se tornar doadora ela passe por uma série de exames que apontem negativamente para Sífilis, Hepatite D e HIV”, finalizou.

Doação

Para ser doadora, a mulher com excesso de leite precisa estar sadia, bem nutrida e ter o cartão de pré-natal comprovado. O leite poderá ser coletado no Banco de leite ou na casa da voluntaria. As Parturientes que estão amamentando e desejem ser doadoras devem procurar o Banco de Leite Marly Sarney através do telefone (79) 3226-6301ouno endereço: Rua Mato Grosso, s/n, bairro José Conrado de Araújo, em Aracaju. As pessoas que ainda não são cadastradas podem ligar para o mesmo número, que atende de segunda a sexta das 7h da manhã até 17h.

Rede

A rede de Bancos de Leite em Sergipe agrega as seguintes unidades:

– Banco de Leite Humano Marly Sarney (BLH): Rua Mato Grosso, s/n. Bairro José Conrado de Araújo. Aracaju (SE). Telefone (79) 3226-6301. Email blhumano.mnsl@saude.se.gov.br.

– Maternidade Nossa Senhora de Lourdes: Avenida Presidente Tancredo Neves. Bairro América. Aracaju (SE). Telefone (79) 3225-8650.

– Banco de Leite Humano Irmã Rafaela Pepel: Rua Jackson de Figueiredo, 401. Centro, Itabaiana (SE). CEP 49500-00. Telefone (79) 3431-2290. Fax (79) 3431-2290. Email diretoria@msjose.com.br.

– Maternidade Zacarias Júnior/Banco de Leite Humano Zóed Bittencourt: Rua Hiipólito Santos. Centro, Lagarto (SE). CEP 49400-000. Telefone (79)3631-2723.Email bancodeleite@maternidadelagarto.com.

– Posto de Coleta do Hospital Santa Isabel “Dr. Fernando Guedes”: Avenida Simeão Sobral. Bairro Santo Antônio. Aracaju (SE). CEP 49060-640. Telefone (79) 32124900.

Ascom/SES

  Editoria: