Ativistas ambientais protestam e secretários da PMA explicam as ações

Ativistas ambientais protestam e secretários da PMA explicam as ações
dezembro 06 13:09 2019 Imprimir Conteúdo

Ativistas ambientais estiveram na manhã desta sexta-feira (06) na sede da Prefeitura de Aracaju e realizaram um protesto contra a supressão de mais de 250 árvores por conta de obras na avenida Hermes Fontes, onde algumas árvores serão cortadas.

Os ativistas afirmam que não têm conseguido acesso ao projeto da obra e que o mesmo foi anunciado sem um debate público envolvendo as mudanças ambientais da obra.

Por outro lado, a Prefeitura de Aracaju reuniu os secretários municipais Sérgio Ferrari, da Infraestrutura, e Alan Lemos, do Meio Ambiente, e do superintendente municipal de Transportes e Trânsito, Renato Telles, para explicar sobre o projeto.

Segundo Sérgio Ferrari,  preside a Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), a obra conclui o Projeto de Mobilidade Urbana de Aracaju, que planejou alterações nos principais eixos viários da cidade para criar os corredores Beira Mar, Centro/Jardins, Augusto Franco e Hermes Fontes.

“Dos quatro, esse corredor é o mais complicado, porque não é apenas recapear, tirar asfalto velho e colocar asfalto novo. Ele apresenta características diferentes, a começar pelas vias estreitas, sem possibilidade de ampliação; além das tubulações de mais de 80 anos que passam por ali, de várias concessionárias, como de água, energia e telefonia”, explica Sérgio Ferrari.

Por causa dessa complexidade, a obra demandou bastante planejamento e soluções específicas. “Trouxemos inovações, como o corredor de transporte público no meio da avenida, invertendo a circulação; além de lombofaixas, com elevação da pista, que permitirão a travessia em segurança e a garantia de acessibilidade aos cadeirantes”, revela Ferrari.

Foto: Sérgio Silva

  Editoria: