As poderosas

março 08 08:22 2019 Imprimir Conteúdo

Instituído para lembrar o brutal assassinato de 130 tecelãs, queimadas vivas dentro de uma fábrica norte americana, em 8 de março de 1857, o Dia Internacional da Mulher é comemorado nesta sexta-feira. Façamos, portanto, festa para todas as mulheres, guerreiras, mães, amantes e amigas. Elas são o nosso socorro, o porto seguro, o norte que precisamos. Como bem diz o poeta, não fossem essas Flores, o mundo seria um jardim só de espinhos. Alguém, inspirado, já escreveu que “a mulher, mesmo brava, é linda, mesmo alegre chora, mesmo tímida comemora, mesmo apaixonada ignora, mesmo frágil é poderosa!”. A grande escritora francesa Simone de Beauvoir estava certíssima quando disse que não se nasce mulher: torna-se.

Mais empregos

O senador Rogério Carvalho (PT) entende que só com a geração de empregos e renda será possível mudar a realidade brasileira. O petista propõe que se faça um levantamento sobre as cadeias produtivas dos estados e se estimule a criação de empresas locais e regionais visando fomentar a economia com a geração de empregos. Deus te ouça!

Primeiro os meus!

E o senador Alessandro Vieira (PPS) também anda preocupado com o desemprego no Brasil. Segundo a revista Época, o moço nomeou como assessores o seu 1º suplente Fernando Carvalho e os candidatos derrotados à Câmara Federal Felipe Oriá (Pernambuco), Camila Godinho (Bahia), Alessandra Monteiro (São Paulo) e Zé Frederico (Goiás). Os salários deles variam de R$ 11 mil a R$ 17 mil. Até parece que em Sergipe não existe ninguém competente para assessorar o ilustre senador. Misericórdia!

Bancada do silêncio

Vejam o que publicou no Jornal da Cidade a amiga Thais Bezerra: “No primeiro mês da atual legislatura, quatro deputados ainda não usaram a tribuna da Assembleia. Jeferson Andrade (PSD), Doutor Vanderbal (PSC), Janier Mota (PR) e Diná Almeida (Podemos) não aparecem no noticiário da Agência Alese fazendo qualquer discurso em plenário. Diferente das duas parlamentares, estreantes no Legislativo, Jeferson e Vanderbal são antigos na Casa. Ressalte-se que nos mandatos anteriores os dois praticamente não discursaram. Por que será?”. Homem, vôte!

Trocou o time

Logo após ser empossa interinamente prefeita de Lagarto, Hilda Ribeiro (SD) substituiu todo o secretariado. Ao anunciar os auxiliares, a moça prometeu administrar “com clareza, honestidade e transparência em todos os atos”. Também defendeu a regular aplicação dos recursos públicos. Ué, é o prefeito afastado e preso Valmir Monteiro (PSC) vinha agindo diferente? Crendeuspai!

Casa de mãe Joana

Contratada pelo Fundo Municipal de Saúde de Tobias Barreto, uma médica ainda encontra tempo para trabalhar em Boquim, Itabaianinha, Indiaroba e Umbaúba. Segundo Clóvis Barbosa, conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe, além da super médica, outros 13 servidores acumulam dois ou mais cargos públicos naquele município. O TCE deu um prazo de 60 dias para a administração do Fundo de Saúde colocar as coisas nos seus devidos lugares. Aff Maria!

Calma, gente!

Perde tempo quem tenta falar com o deputado federal Fábio Henrique (PDT) sobre as eleições municipais. Ele jura que não tratará do assunto este ano, mas alerta que o PDT terá chapa majoritária em Nossa Senhora do Socorro. Aos mais apressados, Fábio lembra que “estamos ainda no começo de 2019”. Antes de discutir sobre as eleições, o pedetista pretende atuar como deputado federal “em favor de todos os sergipanos”. Então, tá!

Saia justa

O deputado federal Valdevan Noventa (PSC) nega que pretenda liberar verbas federais para Taboão da Serra (SP), onde foi vereador. Ele desmente a vereadora daquele município paulista Joice Silva, que postou no Facebook uma reunião dos dois e revelou o interesse de Noventa em atender “pedidos feitos, inclusive agendando encontro com o prefeito da cidade”. Em nota, a assessoria de Valdevan jura de pés juntos que o dito cujo só tem compromissos com Sergipe. Melhor assim!

Por fora

Pesquisa constatou que 25% dos consultados – um em cada quatro – ignoram que pagam impostos no seu dia a dia, contra 73% que sabem estar pagando algum tipo de imposto. Segundo a consulta feita pela Fecomércio (RJ), dentre os 73% que afirmam pagar algum tipo de imposto, 69% destacaram tributos municipais, como IPTU e taxas de iluminação e de lixo; 54% citaram impostos indiretos sobre serviços e produtos; 39% salientaram impostos estaduais; e 17% lembraram dos tributos federais, como o Imposto de Renda.

Loroteiro

O deputado estadual Francisco Gualberto (PT) é um excelente contador de estórias. A constatação é do também deputado estadual Georgeo Passos (Rede), para quem o petista jogou pra torcida ao tentar desmentir informações passadas por ele sobre receita e despesa do governo. Após dizer que não faltou com a verdade ao informar que Sergipe arrecadou mais no ano passado do que em 2017, Goergeo alfinetou: “Sabemos que Gualberto é um ótimo contador de lorotas, mas deve ter faltado algumas aulas de matemática”. Marminino!

Recorte de jornal

Publicado no jornal O Laranjeirense, em 5 de fevereiro de 1888.

Resumo dos Jornais

  Editoria: