Antecipação de salários em Itabaiana mostra que o problema não é crise, é gestão.

julho 17 05:29 2018 Imprimir Conteúdo

Na última sexta-feira o prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR), anunciou mais uma vez a antecipação dos salários para todos os professores, que estarão com dinheiro na conta no próximo dia 20: estamos falando dos salários do mês de julho. Não é a primeira, segunda, terceira, ou décima vez. Desde que assumiu a prefeitura em 2013, o prefeito vem agindo desta forma. Na grande maioria dos meses, eles recebem no dia 22, mas quando essa data cai em sábado, domingo ou feriado, ocorre a antecipação.

Além os salários regulares, professores também receberão, neste mesmo dia, o 6º de férias, injetando quase um milhão a mais na folha regular.  No total, circularão na cidade quase 3milhões de reais, para vibração dos empresários de todos os setores.

Para se ter uma ideia do equilíbrio financeiro do município de Itabaiana, no mesmo dia que anunciou a antecipação dos vencimentos dos professores, o prefeito Valmir confirmou mais uma vez que os demais funcionários, efetivos, comissionados e contratados, receberão seus salários no dia 30, mantendo a regularidade de cinco anos e sete meses.

COM AUMENTO

Ainda sobre o que parece ser um milagre, mas na realidade é uma questão de gestão, o prefeito de Itabaiana também confirma que os salários de julho já virão com o aumento de 7%, retroativo ao mês de junho. O projeto foi aprovado pela Câmara no mês passado, mas não houve tempo hábil de incluir na folha daquele mês. Isso significa que todos receberão seus vencimentos com 14% a mais, se levarmos em consideração o que foi pago em maio. Se Itabaiana pode, por que outros municípios e o próprio Estado não podem?

LICITAÇÃO MORALIZADORA

O pré-candidato a deputado federal, Pastor Antônio dos Santos (PSC) tem apresentado uma sugestão moralizadora para a licitação no país. Em uma viagem as Estados Unidos, o parlamentar procurou saber o modelo usado naquele país, onde as obras começaram e terminam dentro do prazo, com qualidade e sem necessidade dos famigerados “aditivos”.

LICITAÇÃO MORALIZADORA II

Conforme o Pastor Antônio, ao promover uma licitação para realização de determinada obra, o governo faz o mesmo procedimento para contratar uma apólice de seguro. Neste caso, a seguradora vencedora tem interesse em fiscalizar os trabalhos, garantindo o cumprimento do prazo e a qualidade, exigidos no Edital que contratou a construtora. Não existe a interferência política. O pré-candidato garante que vai apresentar projeto neste sentido, caso seja eleito deputado federal. Show de bola.

RODOVIA LAURO PORTO: EXEMPLO DE DESPERDÍCIO

Um exemplo citado todas as vezes que alguém fala sobre a péssima qualidade das obras construídas em Sergipe e no Brasil é a Rodovia Lauro Porto. A obra foi licitada em pouco mais de 8 milhões de reais. Os aditivos foram tantos que, ao final, gastou-se mais de 28 milhões. E toda essa dinheirama garantiu uma boa qualidade? Nada disso: O piso está comprometido em várias partes e já foram feitas diversas emendas. Um absurdo. Dinheiro público escorrendo pelo ralo e sabe Deus onde foi parar.

NOVA COMUNICAÇÃO

O Secretário Sales Neto, comanda uma nova sistemática de comunicação no Governo do Estado. Terá o apoio do inteligente Givaldo Ricardo, que deixou recentemente a presidência da Fundação Aperipê. Tudo foi feito com as bênçãos do governador Belivaldo Chagas. Estava precisando mesmo. Tem sido difícil falar com alguns assessores.

GOVERNO OU OPOSIÇÃO

Difícil de entender. Alguns deputados estaduais estão filiados a partidos de oposição, mas continuam alinhados com o Governo do Estado. Isto ficou comprovado agora na votação do projeto que congela os salários dos servidores. Vá entender.

TEM MAIS

E o sarapatel de coruja continua. Em Itabaiana, a deputada Maria Mendonça é filiada ao PSDB, partido do pré-candidato a governador, Eduardo Amorim, lhe garante apoio, mas decidiu votar no deputado Laércio Oliveira (PP), aliado do adversário de Eduardo, o governador Belivaldo Chagas (PSD). Vá entender.

EMBOLADOS

O que mais se comenta nos bastidores da política: as pesquisas mostram três candidatos ao Governo do Estado, totalmente embolados, quando se refere a intenção de votos. Eduardo Amorim (PSDB), Belivaldo Chagas (PSD) e Valadares Filho (PSB), com uma ligeira vantagem para Eduardo. Quem vence mesmo, segundo essas mesmas pesquisas, é a vontade do eleitor de anular o voto ou votar em branco.

SUKITA DE NOVO

Difícil ficar muito tempo sem citar o polêmico ex-prefeito de Capela, Manoel Sukita. Parece que o noticiário não vive sem ele. O pré-candidato a deputado federal será julgado mais uma vez: agora pelo Tribunal Regional Eleitoral. Nos programas de rádio, com certa, ele vai lembrar a Sergipe que estão “perseguindo o filho do vaqueiro”.

JOÃO ALVES

Apesar da doença (mal de Alzheimer) o ex-governador João Alves Filho, recebe todos com um largo sorriso no rosto. Recentemente recebeu a visita da cantora Amorosa e do ex-secretário de Esportes da Prefeitura de Aracaju, empresário Carlos Eloy. Segundo os familiares, o que dói mesmo é a ausência daqueles que sempre foram prestigiados nas suas administrações. Uma pena.

ROGÉRIO SERÁ CANDIDATO?

Todos os pré-candidatos a senador estão apostando todas as fichas que Rogério Carvalho (PT) não será candidato nas próximas eleições. Atualmente, incluído na lei da ficha limpa, o ex-Secretário da Saúde, parece alheio a isso e toca sua pré-candidatura. Se estamos no Brasil, país da impunidade, difícil é ele não ser. É, ou, não é?

PATRIOTA COM EDUARDO

Pode ser que, tão logo leiam esta nota, alguns se apressem em desmentir. Mas a coluna afirma que o Patriota estará no palanque do senador Eduardo, apoiando seu projeto de candidatura ao Governo do Estado. Podem carimbar.

FICOU DIFÍICIL

Toda aquela polêmica, envolvendo a Rede Sustentabilidade, prejudicou dois políticos em potencial: o deputado federal Valadares Filho e o ex-vereador Dr. Emerson. O primeiro porque já tinha como certo o apoio e o segundo porque perdeu o discurso que afastava o partido de qualquer aliança que não fosse com o PV. Ganhou o delegado Alessandro Vieira. E como ganhou. As próximas pesquisas vão confirmar. Aguardem!

EMDEBISTAS ENDINHEIRADOS

O MDB confirmou que cada candidato a reeleição de deputado federal receberá nada menos que um milhão e meio para suas campanhas. Quem não tem mandato e vai disputar uma cadeira na Câmara, ficará com bem menos. Nossos políticos brasileiros vão dispor de 1 bilhão e 700 mil reais para suas campanhas, dinheiro meu, seu nosso. Que coisa hein!

  Editoria: