André Moura marca um gol de placa com liberação de verbas para assentamento

julho 24 05:30 2018 Imprimir Conteúdo

Podem dizer o que quiserem do deputado federal André Moura (PSC). Não é justo afirmar que o parlamentar não tenha se destacado, como ninguém, em toda história da política de Sergipe, no quesito liberação de recursos para os mais variados seguimento da sociedade. André tem usado todo seu prestígio como líder do governo no Congresso Nacional para ajudar seu estado. A coluna esteve na última sexta-feira no perímetro irrigado, Jacaré/Curituba, em Canindé do São Francisco, onde presenciou um belo exemplo deste desempenho.

Milhares de pessoas, todos, produtores rurais, passaram nada menos que três meses com um conjunto de eletrobomba, quebrado, o que causou um prejuízo enorme. Muito do que foi plantado, acabou sendo perdido, por falta de água. Lideres da comunidade, como o Irmão Bino e Pepeta, procuraram André Moura e pediram ajuda. Em menos de uma semana, mais de 340 mil reais estavam liberados para o conserto do equipamento.

Numa solenidade comovente, os irrigantes agradeceram a André Moura e o tornaram “padrinho” no Jacaré/Curituba. O parlamentar já tinha usado seu prestígio para levar outros benefícios a esse e a outros perímetros irrigados, que vão desde a escavação de poços artesianos até a entrega de títulos de terra.

Em sua fala, o Irmão Bino, afirmou que o perímetro precisa de outros conjuntos de eletrobombas, para não correrem os riscos de sofrerem com a perda de várias culturas, como aconteceu agora. Mais uma vez apelaram a André e esse garantiu que ainda este ano, um novo conjunto estará chegando ao local.  Esse é apenas um exemplo do que André vem fazendo por Sergipe, como reconhecem, até mesmo, adversários políticos. Não faz muito tempo e o então governador Jackson Barreto fez rasgados elogios ao deputado, por ter atendido pleitos governistas, passando por cima das diferenças políticas. O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B) é outro adversário que reconhece em André, um amigo do povo de Aracaju.

Agora, com a campanha política começando, alguns que antes elogiavam, agora estão fazendo duras críticas André Moura. Como ele mesmo diz, podem criticar à vontade, mas não podem fugir de uma realidade. “trouxemos mais de um bilhão de reais em recursos para Sergipe. Beneficiamos vários setores da sociedade, em praticamente todos os municípios. Não levamos em conta ideologia política, mas a necessidade da população. É, isso, não tem como negar.

CHAPINHA OU CHAPÃO?

Pré-candidatos a deputado estadual, aliados do governo, tremem só em pensar na possibilidade de terem seus partidos incluídos num chapão. É o caso do comunista Breno Silveira, genro de Almeida Lima, que insiste na formação de uma “chapinha”, envolvendo o seu partido, PC do B, Podemos e possivelmente o PT.

NÃO ACEITAM

E o problema está criado entre os governistas. Alguns deputados com mandatos, como é o caso de Zezinho Guimarães (MDB) não aceitam esta “chapinha” e defendem todo no mesmo barco. Dor de cabeça para o governador Belivaldo Chagas, (PSD). Com certeza.

QUEM QUER DINHEIRO?

Um pré-candidato a deputado federal sem qualquer projeto consistente para Sergipe, está apostando na força do dinheiro para tentar se eleger. O rapaz jogado pesado na compra de lideranças, principalmente no interior do Estado, onde se fala em 50, 100, 200 e até 250 mil reais em troca de apoio, por exemplo, de vereadores. Sem qualquer condição de fiscalizar, a Justiça Eleitoral fica dependendo apenas das denúncias de eleitores.

FESTA DO LEITE

Durante a Festa do Leite, no povoado Santa Rosa do Ermírio, em Poço Redondo, o ex-governador Jackson Barreto, o atual, Belivaldo Chagas, deputado federal André Moura e várias outras lideranças, dividiram o mesmo espaço, durante o desfile para a escolha da Rainha do Leite. Tudo dentro da ordem:  são civilizados.

PAGUE MEU DINHEIRO

Alguns agentes de saúde de Aracaju andam cantarolando a música de Nando Cordel, “pague meu dinheiro” em homenagem a um vereador de Aracaju que os contratou como cabos eleitorais e aplicou o maior calote a turma. O edil, metido a “bravo”, além de não pagar pelo serviço prestado, ainda tem a cara de pau de fazer postagens tentando desqualificar o trabalho destes agentes. Que coisa não.

DECEPÇÃO AZULINA

E o Confiança decepcionou mais uma vez. Perdeu para o Remo, dentro de casa e com um futebol pra lá de feio. Está há nove partidas sem vencer e caminha a passos largos para a desclassificação. Coisa horrorosa.

REPASSES ATRASADOS?

Nem dar para acreditar: outra vez a história do atraso dos repasses para os hospitais conveniados com o governo do Estado e a prefeitura de Aracaju. Segundo diretores destes hospitais, incluindo o São José, ainda não pagaram o mês de maio. No caso da prefeitura, a informação é de que o relatório só foi apresentado no dia 11 de julho. Já a SECOM do Estado, afirma que o pagamento deverá ocorrer ainda esta semana.  Coitado de quem aguarda na filha por atendimento.

AS OBRAS DA AL

Alguém pelo amor de Deus pode explicar o que está acontecendo com a tal da obra do prédio da Assembleia Legislativa? Será que vai terminar o mandato do presidente Luciano Bispo (MDB) e não acaba? De uma coisa a coluna tem certeza: não é falta de dinheiro. Então…

MARTELO BATIDO

Por mais que tentem esconder, o martelo já foi batido e a atual vice-prefeita de Aracaju, Eliane Aquino (PT) será a companheira de chapa de Belivaldo Chagas (PSD), na sua caminhada em busca da reeleição. Queira ou não Rogério Carvalho, Silvio Santos ou Marcio Macedo. Podem anotar. É Jackson Barreto quem quer, e ponto final.

 

  Editoria: