Adema fará monitoramento de substância oleosa encontrada em praias sergipanas

Adema fará monitoramento de substância oleosa encontrada em praias sergipanas
setembro 25 16:27 2019 Imprimir Conteúdo
Manchas de óleo que apareceram no litoral dos municípios de Pacatuba e Pirambu são retiradas pela Petrobras

Na manhã desta quarta-feira (25), uma equipe da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) se deslocou até o município de Pirambu, no Litoral Norte do Estado, cerca de 30 km após a Reserva Biológica de Santa Isabel, a fim de verificar uma substância oleosa surgida na margem da praia desde o dia de ontem.

Segundo o Supervisor Ambiental da Petrobras, Luiz Henrique Ramos, a empresa já providenciou a retirada do material. “Estamos com uma equipe de 15 agentes ambientais e cinco técnicos, executando os serviços na praia de Ponta dos Mangues, onde também apareceu a substância, porém em menor quantidade do que a encontrada aqui “, declarou.

Luiz Henrique Ramos disse ainda que no litoral de Pirambu os trabalhos provavelmente serão iniciados amanhã. “Como a próxima baixa da maré será a partir das dezenove horas de hoje, amanhã disponibilizaremos 10 técnicos e 15 agentes ambientais para fazer a retirada manual, utilizando pás e carrinhos de mão e colocando o material recolhido em um armazenamento temporário. Caso não apareça novas manchas, concluiremos os serviços até a sexta-feira, 27. No entanto, não podemos precisar se no decorrer das próximas horas ou dias, a correnteza não trará outra quantidade da substância”, explicou.

De acordo com o engenheiro fiscal da Adema, David Mota Almeida, o órgão acompanhará o desenrolar da operação. “Constatadas as manchas na areia da praia, elaboraremos um relatório e, juntamente com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, faremos o monitoramento diário e acompanharemos o trabalho da Petrobras”, afirmou.

O surgimento dessas substâncias oleosas nas praias nordestinas foi detectado na última segunda-feira, 23, no litoral do Maranhão. Em seguida foram encontradas manchas similares na costa do Piauí, Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e por fim no litoral norte sergipano.

Fonte e foto assessoria

  Editoria: