“Abracei a causa da prevenção do câncer”, diz Belivaldo em visita ao Caism

“Abracei a causa da prevenção do câncer”, diz Belivaldo em visita ao Caism
fevereiro 13 14:44 2019 Imprimir Conteúdo

Governador reafirmou que pretende fazer o maior programa de prevenção ao câncer de colo de útero, mama, próstata da história de Sergipe. Tipos de câncer citados configuram entre os mais comuns no Brasil

A aposentada Josefa Maria de Jesus, 65, é usuária dos serviços do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism) há 18 anos, desde que precisou se submeter a uma cirurgia de mastectomia. A senhora explica que, nesta quarta-feira (13), foi até a unidade do governo do Estado, que é referência no atendimento às mulheres em Sergipe, para uma consulta médica e possível realização de uma mamografia.

“Eu vim me consultar porque venho sentindo umas dores na mama, para o médico examinar. Já sou paciente daqui, sempre procuro fazer a mamografia, até porque já retirei a mama esquerda e preciso de acompanhamento. O atendimento aqui é maravilhoso! Não tenho o que reclamar, sempre que venho sou bem atendida. Se não existisse esse atendimento aqui, pelo governo, eu não teria condições de pagar. A gente que não tem condições ou escolhe comer, ou paga consulta, os valores são altos. Agradeço e peço a Deus que esse serviço nunca acabe e que melhore cada vez mais”, disse a aposentada.

Assim como dona Josefa, outras 200 mulheres, em média, procuram o Caism para realização de exames e consultas diariamente. Gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), a unidade é a única a ofertar, gratuitamente, desde consultas especializadas até o diagnóstico com exames específicos. São ofertados exames com o de diagnóstico por anatomia patológica e citopatologia, PAAF (punção aspirativa por agulha fina), Core-Biopsy (biópsia feita por meio de ultrassom), mamografia, ultrassonografia, videohisteroscopia diagnóstica.

Com o objetivo de oferecer um serviço ainda melhor a essas mulheres, o governador Belivaldo Chagas dedicou o período desta manhã para conhecer de perto o Caism. Na ocasião, Belivaldo defendeu a causa da prevenção do câncer de colo de útero, mama, próstata, que configuram entre os dez mais comuns no Brasil, conforme dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) de 2018.

“Eu abracei esta causa. Eu quero fazer o maior programa de prevenção do câncer de colo de útero, mama e próstata já feito na história de Sergipe. Por isso, vou estar atento, acompanhando e determinando que as coisas aconteçam. Até o meio do ano, quero que o Caism tenha um novo visual, com novos equipamentos e um novo atendimento. Acompanharei pessoalmente as obras e os exames, se preciso for”, afirmou Belivaldo Chagas.

Segundo o chefe do Executivo estadual, a partir da visita desta terça-feira, serão feitos relatórios mensais sobre o Caism, que serão enviados a ele para que, pessoalmente, possa fazer as mudanças necessárias, desde a maneira de atender, até os serviços disponibilizados. “A ideia da nossa visita aos diversos setores de atendimento à população na área da saúde é sentir de perto o problema e buscar a solução”, frisou o governador.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Valberto Lima, as melhorias no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher representam mais um passo para humanizar e otimizar os serviços de saúde prestados, especialmente na área oncológica como tem sido a orientação do governador. “Essa visita é extremamente importante, porque, se o governador já se preocupava com a prevenção, uma das causas que ele abraçou, agora se preocupa ainda mais, principalmente, depois da visita a Barretos. Ele sentiu, de perto, a importância de ter um sistema de prevenção funcionando. Nessa visita aqui, algumas necessidades foram levantadas e, a partir disso, vamos iniciar o processo de otimização, recuperação da estrutura toda”.

O secretário lembrou que os serviços da carreta de prevenção ao câncer, a qual o governador já autorizou a licitação para mais um veículo no modelo utilizado pelo Hospital de Amor, em Barretos, se somarão aos já realizados no Caism. “O serviço da carreta é importante, pois incrementamos a prevenção com as ações da carreta. Com esse conjunto de ações, Sergipe dá um grande passo para reduzir substancialmente os casos de câncer de colo uterino e de câncer de mama no estado, já que o trabalho preventivo é essencial”, argumentou o gestor da SES.

Caism

O Caism conta com uma equipe completa de especialistas e realiza, em média, 2000 consultas e exames por mês. A equipe do Caism é composta por aproximadamente 250 profissionais, entre eles: ginecologista, pré-natalista, mastologista, geriatra, oncologista, cardiologista, endocrinologista, anestesista, nutricionista, psicóloga, enfermeiras, assistente social e ultrassonografistas.

A coordenadora geral do Centro de Atenção Integral, Débora Passos, reforçou que os exames periódicos além de prevenir, ajudam no diagnóstico precoce de doenças e aumentam as chances de cura na mulher. “Nosso atendimento é restrito apenas às mulheres. Por dia, atendemos, em média, 200 mulheres, podendo chegar a até 500 mulheres atendidas. Trabalhamos toda parte do diagnóstico e prevenção à saúde da mulher. Fazemos, ainda, encaminhamento para o setor de oncologia do Huse e do Cirurgia. As mulheres, para terem acesso ao Caism, são referenciadas para cá. Anteriormente, essa referência era feita através do Nucar. Agora, todos agendamentos feitos para Caism serão através do Sigau, que é um órgão regulador do Estado”, pontuou Débora Passos.

A unidade, localizada na Avenida Presidente Tancredo Neves, bairro Capucho, zona oeste de Aracaju, funciona das 7h às 17h. A coordenadora do Caism informou que os serviços mais procurados no local são a mamografia e o pré-natal de alto risco.

A estudante e operadora de telemarketing Jaqueline Santos Oliveira, 23 anos, buscou a unidade para a realização do exame de mama. “Passei primeiro no posto e, na ocasião, a médica identificou um nódulo na mama e me encaminhou ao mastologista no Centro de Especialidades Médicas de Aracaju – Cemar. Já frequento há seis meses o Caism para a realização de exames. O atendimento aqui é muito bom, as médicas são excelentes. Esses exames que faço aqui são caros, por conta disso, o Centro ajuda bastante, porque não temos que pagar nada” expôs a jovem que mora em Aracaju.

A dona de casa Fernanda Macedo foi acompanhar a irmã Valéria Macedo, de 17 anos, na realização do exame de mama.  Valéria relatou que identificou um nódulo no seio no posto de saúde em Estância, cidade em que reside. “É a primeira vez que a gente vem aqui, mas estamos gostando muito. Se fosse para fazer o exame particular seria muito caro e não teríamos condições de pagar”, colocou Fernanda.

Somente em 2018, o Caism realizou 7.681 exames de ultrassonografia, 2.814 exames de mamografia e realizou 21.599 consultas, em ginecologia, mastologia, endocrinologia, oncologia, cardiologia, entre outras especialidades.

Banco de Leite e Follow Up

Durante a visita ao Centro, Belivaldo conheceu ainda os espaços do Banco de Leite Humano (BLH) Marly Sarney e do ambulatório de retorno do recém-nascido de alto risco (Follow Up), que funcionam provisoriamente no mesmo endereço do Caism. O governador determinou que o Banco de Leite e o Follow Up sejam transferidos para as novas instalações da Maternidade Hildete Falcão Baptista, já que o prédio está preparado para receber as duas unidades.

“Não há uma previsão de quando a Maternidade volte a funcionar, mas, enquanto isso, o Banco de Leite pode ser transferido para lá, a área está pronta. Com isso, a gente também desafoga toda a área do Caism, para humanizar o tratamento prestado aqui”, informou Belivaldo Chagas.

Valberto Oliveira explicou que a equipe da Secretaria de Saúde, imediatamente, tomará as providências necessárias para a transferência do Banco de Leite e do Follow Up o mais breve possível. “Tivemos a autorização do governador para fazer a transferência do Banco de Leite para uma área destinada a este serviço na Hildete Falcão. Hoje mesmo vamos discutir essa transferência com a equipe da SES, ver as adequações necessárias para que o ambiente fique mais confortável e humanizado na área da Hildete”.

Na oportunidade, Belivaldo também visitou o Ambulatório de Retorno do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), que funciona em um prédio próximo ao Caism.

ASN

Foto Marco Vieira

  Editoria: