A falta que um partido faz

A falta que um partido faz
abril 29 08:35 2022

Por Adiberto de Souza *

Quem não é “dono” de um partido político, dificilmente consegue viabilizar uma candidatura majoritária. Temos em Sergipe dois exemplos de políticos bons de votos correndo o risco de não disputar o governo e o Senado, simplesmente porque não são possuem legendas pra chamar de suas. Pré-candidato a governador, Valmir de Francisquinho está nas mãos do manda chuva do PL, Edvan Amorim. Este, como é sabido, prefere apostar na candidatura a senador do irmão Eduardo e, para tanto, pode abortar o projeto do aliado. O emedebista Jackson Barreto padece do mesmo mal de Francisquinho. Caso o MDB caia nas mãos do petista Rogério Carvalho, a pré-candidatura de JB ao Senado poderá ir para o vinagre. Não à toa, o senador Alessandro Vieira (PSDB), a delegada Danielle Garcia (Pode), o deputado federal Laércio Oliveira (PP), o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) e o advogado João Fontes (PTB) têm um partido para chamar de seu. Marminino!

Chegou a hora

Perde tempo e saliva quem tenta convencer o deputado federal Laércio Oliveira (PP) a desistir de disputar uma cadeira no Senado. Ele tem a resposta na ponta da língua para os que lhe fazem tal proposta: “Minha personalidade se alimenta de desafio. Já são 12 anos representando Sergipe na Câmara Federal. Eu acho que já dei a minha parcela de contribuição. Já estou com 66 anos de idade e entendo que, se for pra mudar, a hora é agora”, discursa. Entre os pré-candidatos a senador do grupo governista, Laércio Oliveira é o mais cotado para ser o escolhido pelos aliados. Aguardemos, portanto!

Fora Bolsonaro

Para lembrar o 1º de Maio, as centrais sindicais vão promover em Aracaju um “Fora Bolsonaro”. A manifestação defenderá o emprego, os direitos dos trabalhadores, a democracia e a vida. A concentração será na Praça Ulisses Guimarães, no bairro Santos Dumont, seguindo em caminhada até o bairro Bugio – ambos na zona norte da capital – com encerramento previsto para a frente do Mercado Municipal daquele bairro. A programação prevê apresentação de grupos folclóricos, bandas e artísticas sergipanos identificados com as lutas da classe trabalhadora. Participe!

A máscara caiu

É cada vez menor o número de pessoas usando máscara facial em Sergipe para se proteger da covid-19. Desde que o governo decretou o fim da exigência do acessório, os sergipanos relaxaram. Esse comportamento é resultado da drástica queda de vítimas do coronavírus e a consequente redução de óbitos causados pela doença. Graças à vacinação em massa, Sergipe está há seis dias sem registro de mortes por covid-19, enquanto a rede hospitalar festeja a redução do número de doentes internados. Ontem, apenas seis infectados ocupavam leitos hospitalares no estado. Maravilha!

Noite de autógrafos

Foi por demais concorrido o lançamento do livro ‘Uchôa – Multiplicador de sorrisos’, do jornalista e escritor Milton Alves Júnior. A obra literária apresenta com detalhes os 85 anos de vida do professor Jouberto Uchôa de Mendonça, fundador da Universidade Tiradentes e responsável pelo progresso do ensino superior em Sergipe. Entre os presentes à noite de autógrafos, estava o ex-governador Jackson Barreto (MDB): “A história de Uchôa tem uma importante contribuição para desenvolvimento social e econômico de Sergipe. Um verdadeiro incentivador de grandes sonhos”, afirmou JB. O lançamento do livro fez parte das comemorações dos 60 anos da Unit. Supimpa!

Mandato curto

O novo deputado Márcio Macedo (PT) foi às redes sociais agradecer os cumprimentos que recebeu pela posse na Câmara Federal: “Muito obrigado aos companheiros e companheiras por todas as mensagens de carinho que venho recebendo. Elas são combustíveis que me alimentam para continuar lutando por todos nós”. Macedo afirma que será um um mandato curto, “mas com muita energia e compromisso com o povo de Sergipe e do Brasil”. O petista assumiu o mandato na última quarta-feira, em substituição a Valdevan Noventa (PL), cassado sob a acusação de comprar votos nas eleições de 2018. Home vôte!

Dia de posse

O Tribunal de Justiça de Sergipe empossa, nesta sexta-feira, três juízes de direitos. Em solenidade presidida pelo desembargador Edson Ulices, presidente do TJ, serão empossados como magistrados Gilvani Zardo, Roberta Campos Corrêa e Gil Maurity Ribeiro Lima. O evento está marcado para às 17h, no auditório José Rollemberg Leite, localizado no Palácio da Justiça, centro de Aracaju, com transmissão ao vivo no canal TJSergipe, no YouTube. Sucesso aos novos integrantes do Tribunal de Justiça!

Transporte subsidiado

O prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) sancionou duas leis aprovadas pela Câmara de Aracaju concedendo subsídio às empresas de ônibus da capital. O pedetista disse reconhecer a situação que os usuários de transporte coletivo têm enfrentado, “mas a Prefeitura está fazendo a sua parte, tomando iniciativas urgentes para amenizar este grande problema vivenciado por todas as cidades brasileiras”. Presidente da Frente Nacional de Prefeitos, Nogueira participou, ontem, de uma reunião virtual com o deputado federal Isnaldo Bulhões (MDB). O emedebista é relator do Projeto de Lei em tramitação na Câmara e que trata sobre o financiamento de R$ 5 bilhões para o transporte público nas cidades brasileiras. A matéria já foi aprovada pelo Senado. Ah, bom!

Defesa dos colegas

E o deputado federal Fábio Henrique (UB) defendeu que o governo Bolsonaro cumpra a promessa de reajustar os salários dos policiais rodoviários federais, além de reestrutura a carreira da categoria. Em discurso na Câmara, o parlamentar ressaltou a atuação da PRF, mostrando a importância de valorizar as forças de segurança. Fábio também destacou a recente pesquisa do Instituto Guimarães apontando que 91% dos brasileiros aprovam o trabalho desenvolvido pela PRF. Segundo o deputado, que é policial rodoviário federal, “para que tenhamos uma segurança pública fortalecida, devemos valorizar os homens e mulheres que vão à luta diariamente em benefício de todos”. Então, tá!

Filosofia de Britto

Do sergipano Carlos Ayres de Britto, ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal: “O raio pensa que trinca o céu, mas não trinca senão a si mesmo. Que seja assim com o céu da democracia: imune a trincadura”. Oremos!

Tenha fé

E aí, amanheceu Durango Kid, sem um tostão furado no bolso? Pois corra a uma casa lotérica e faça uma fezinha na Mega-Sena. O prêmio para quem acertar as seis dezenas, neste sábado, é de R$ 48 milhões. Tudo bem que não é essa grana toda, mas dá para pagar parte das dívidas e comprar uns engradados de cerveja e algumas garrafas de cachaça para esquecer os perrengues da vida. Boa sorte!

 * É editor do site Destaquenotícias

  Editoria: