Governo de Padre Inaldo vai ganhar um sábado itinerante para atender o povo

Governo de Padre Inaldo vai ganhar um sábado itinerante para atender o povo
fevereiro 21 08:27 2019 Imprimir Conteúdo

 

A partir das 8 horas da manhã do próximo sábado, dia 23, a Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro, o segundo mais populoso município de Sergipe, vai colocar em prática um curioso projeto que consiste em quase fazer um Governo itinerante pelos cerca de 40 bairros, conjuntos e povoados da cidade.

Trata-se do “Projeto Prefeitura de Socorro em Ação”, cuja largada vai ser dada no Conjunto Jardim. Toda ação será realizada na Escola Municipal Maria da Conceição Cruz Vasconcelos. “Nós não queremos deixar de fora nenhuma secretaria municipal. Eu quero garantir aqui que todas as secretarias municipais estejam envolvidas”, diz o idealizador do projeto, o prefeito Padre Inaldo Luis da Silva.

Com relação aos objetivos do “Projeto Prefeitura de Socorro em Ação”, Padre Inaldo não tem a menor dúvida. “A principal finalidade desse evento é a de levar os serviços da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro para os bairros, para os nossos povoados”, diz Inaldo.

“Pensamos que esta seja uma forma de atender melhor e cada vez mais à população e de a administração estar próxima das comunidades, nas bases onde as pessoas residem e têm os seus problemas a serem resolvidos, muitos deles de responsabilidade do município”, completa ele. O projeto é perene. Veja o que mais pensa dele o prefeito de Socorro nesta entrevista à Coluna Aparte.

Aparte – Quais os objetivos deste evento que sua gestão inicia no próximo sábado, dia 23?

Padre Inaldo Luis da Silva – Olha, a principal finalidade desse evento é a de levar os serviços da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro para os bairros, para os nossos povoados e conjuntos. Pensamos que esta seja uma forma de atender melhor e cada vez mais à população e de a administração estar próxima das comunidades, nas bases onde as pessoas residem e têm os seus problemas a serem resolvidos, muitos deles de responsabilidade do município.

Aparte – Que tipo de ação o seu Governo pretende levar aos bairros e povoados?

PILS – Serão muitas e de muitas áreas. Por exemplo, estaremos presentes com a Secretaria de Saúde, com todos os serviços da Assistência Social do município, faremos cadastramentos ao Bolsa Família. Estaremos presentes com a Secretaria Municipal do Trabalho, através da qual vamos dar cursos profissionalizantes para que as pessoas se preparem melhor para o mercado de trabalho – sabemos que o emprego está difícil, mas se não tiver qualificação, fica pior. Vamos ajudar as pessoas a liderem melhor com a elaboração dos currículos, e o encaminhamento para as empresas parceiras. Estaremos presentes com noções de meio ambiente, com distribuição de mudas de árvores e orientações de como enfrentar esta atividade. Através da Secretaria de Cultura, vamos levar mais qualidade de entretenimento e de lazer para a população. Vamos ter ação até na área estética e de beleza, com corte de cabelo, maquiagem – e ensinamentos nesse setor.

Aparte – Por que o Conjunto Jardim foi o primeiro escolhido para esta parceria?

PILS – Isso está muito ligado às demandas, às necessidades. Sabemos o peso e a importância do Conjunto Jardim. Na nossa visão, o Conjunto Jardim é uma verdadeira cidade dentro de Nossa Senhora do Socorro e, obviamente, quanto maior mais a necessidade desses serviços que a Prefeitura tem a oferecer às comunidades. Veja, só de pessoas votantes o Conjunto Jardim tem mais de 12 mil, o que nos leva a crer que a sua população hoje passe dos 20 mil. Eu considero isso uma população grande.

Aparte – A Prefeitura pretende fazer do “Socorro em Ação” um evento isolado ou continuado, perenizado?

PILS – Ah, pretendemos fazê-lo todos os meses e em localidades diferentes. Vamos fazer deste do Conjunto Jardim uma espécie de piloto, mas sempre num sábado de cada mês vamos a outros povoados e conjuntos. Hoje o município de Socorro cerca de 40 povoados e queremos atender à expressa maioria deles. Não é um favor. É um dever.

Aparte – Há expectativa de deixar de fora alguma Secretaria?

PILS – Não. Nós não queremos deixar de fora nenhuma secretaria municipal. Todas elas terão participação. Eu quero garantir aqui que todas as secretarias municipais estejam envolvidas. Mesmo porque, na origem desse evento está a intenção de que todas as secretarias coloquem, de forma externa, os seus serviços à disposição das comunidades mais do que elas já fazem no dia a dia.

Aparte – O senhor acha que o evento pode ter um significado muito alto para as pessoas?

PILS – Eu creio que sim. A nossa intenção é a do Governo marcar presença e contemplar pessoas. Pretendemos encampar todas demandas e atender naquilo que nos for possível.

Aparte – Este evento tem a participação de Secretarias de Estado e de outras instituições?

PILS – De forma direta, as Secretarias de Estado ainda não, mas não descartamos lá na frente, na maturidade do evento, atraí-las, já que o Governo do Estado quer o bem-estar da comunidades e é um parceiro nosso cotidianamente. Mas tem parcerias de igreja. Nos apoia espontaneamente – inclusive nos procurou para isso e achei muito bom – a Igreja Universal do Reino de Deus. Ela fez questão de estar junto.

Fonte: JPolítica

http://jlpolitica.com.br/colunas/aparte/posts/governo-de-padre-inaldo-vai-ganhar-um-sabado-itinerante-para-atender-o-povo

  Editoria: