Vinícius Porto destaca renovação da frota de ônibus e ações para fortalecer o sistema

junho 22 05:00 2022

 

O processo de renovação da frota de transporte público, que integra o projeto de Mobilidade Urbana da capital sergipana só avança. É o que afirma o vice-presidente da Câmara de Vereadores de Aracaju, Vinícius Porto (PDT) que participou na terça-feira (21) da entrega de 10 novos ônibus que farão parte da frota da viação Atalaia, compondo o sistema de transporte público coletivo da capital. Os novos carros atenderão linhas de grande fluxo de passageiros e que interligam as zonas Norte e Sul, a exemplo da Maracaju/Dia.

“Mais uma vez o prefeito Edvaldo Nogueira demonstra em ações concretas seu compromisso com o bem-estar do povo aracajuano, isso porque a maioria das pessoas que utiliza ônibus tem nele sua única alternativa de deslocamento. Ao ampliar o número de veículos em circulação, o prefeito facilita a vida quem depende do transporte público”. É o que avalia Vinícius Porto ao ressaltar que até o mês de gosto, mais 40 ônibus serão entregues, totalizando 50 novos veículos dentro do processo de renovação da frota.

Crise

Vinícius Porto também alerta para a crise nos sistemas de transporte coletivo de todas as cidades, uma situação agravada pela pandemia do Covid-19. “Essa crise também afetou o sistema em nosso município. Diante da situação, o prefeito Edvaldo Nogueira, na condição de presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), se reuniu, em Brasília, no mês passado com o deputado federal Isnaldo Bulhões (MDB/AL). No encontro, eles trataram sobre o projeto de lei 4.392/21, que garantirá subsídio emergencial de R$ 5 bilhões para o sistema de transporte público do país”, reforça o vice- presidente da CMA.

O parlamentar também lembra que abril deste ano, o prefeito sancionou a lei complementar nº 176/2022 que zera o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), por um ano, para as empresas de transporte coletivo. “A proposta do executivo, aprovada na Câmara foi de fundamental importância para a continuidade da operação do sistema de transporte”, disse Vinícius.

Por Iris Valéria

  Editoria: